domingo, 9 de março de 2008

Paul McCartney disponibilizará catálogo completo dos Beatles na Internet

Paul McCartney disponibilizará o catálogo completo dos Beatles na Internet, em uma tentativa de obter dinheiro para financiar seu divórcio da ex-modelo Heather Mills, informa hoje o jornal inglês "Evening Standard".

A sentença do juiz sobre o divórcio é esperada para o dia 17 de março, e Mills, de 40 anos, pode receber entre 30 e 40 milhões de libras pelos quatro anos de casamento com o ex-beatle, com quem tem uma filha pequena.

A venda de todos os singles e álbuns dos Beatles na loja virtual iTunes, propriedade da Apple Computers, reportará grandes receitas a McCartney e Ringo Starr, os únicos sobreviventes do quarteto de Liverpool, assim como às famílias de John Lennon e George Harrison.

O valor do catálogo, que contém álbuns célebres da história da música pop, como "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", "Help!" e "Revolver", é calculado em cerca de 265 milhões de euros.

A disponibilização das obras na Internet havia esbarrado até agora em alguns obstáculos legais que finalmente foram superados, e pode ser concretizada ainda este ano, segundo fontes próximas ao músico.

O catálogo das canções da carreira solo de McCartney está disponível na Internet desde maio de 2007.

McCartney terá que pagar cerca de 5 milhões de libras em despesas legais e profissionais por seu divórcio.

O processo de divórcio, que ocorreu no mês passado, durou seis dias, e foi realizado a portas fechadas. Acredita-se que os advogados de McCartney tenham argumentado que sua fortuna é muito inferior aos 825 milhões de libras de que se vem falando.

Sua ex-mulher, Mills, que representou a si mesma no julgamento, argumentou, por outro lado, que a fortuna do músico era muito superior à cifra.

O veredicto sobre o caso, previsto para 17 de março, deve levar em conta não somente o dinheiro obtido por McCartney, de 65 anos, durante os quatro anos de seu casamento, mas também seus ganhos futuros.

O acordo para disponibilizar as músicas na internet só foi possível graças à resolução judicial da disputa entre a Apple Corps, empresa formada pelos Beatles para publicar e promover sua música, e a Apple Computers.

Nenhum comentário: