Rubenildo Metal: 01/05/08 - 01/06/08

Lançamento do Projeto Eletro Acústico 2008


Aconteceu na noite desta sexta-feira (30) no Espaço Cultural Floresta o lançamento do Projeto Eletro Acústico, que tem como meta trazer uma nova proposta musical para Vitória da Conquista.

A abertura do projeto ficou por conta do Grupo Tornarii e Iago Galvão, que lotaram as dependência do local, quem esteve participando do evento, com certeza aprovou o ambiente e a boa música que por lá rolou.

O projeto quem tem continuidade até dezembro, ainda terá apresentações em 4 de julho com Antônio Brother e Flor de Mancabira, 1 de agosto Thiago e Michael, 12 de setembro Badaleira, 10 de outubro Ely Pinto (Raul Cover), para os meses de novembro dezembro estão reservadas algumas surpresas que vai fecharar o projeto com Chave-de-Ouro .

O projeto tem como parceiros: Estudios R Falcon, Nucleo de Noticias, Midia Interativa e Floresta Espaço Cultural.

Você não pode perder as próximas apresentações, pois não é todo dia que a música de Conquista resolve mudar de cara.

Lançamento do site Revertério na Pastelaches


O lançamento óficial do site Revertério aconteceu na noite desta sexta-feira (30), no Café Hall (Avenida Otávio Santos), e contou com a presença de muita gente bonita, que foram préstigiar o evento.

O evento teve ínicio às 20:30, com a apresentação de Jádia e Wilson (foto).

Vale lembrar que o site Revertério entrou em atividade no dia 03 de dezembro de 2007

Clique aqui para entrar no site

A marcha à ré da maconha

(Última parte da série “Maconha, a droga que engana”)
Alberto David


Apesar de ter aumentado o rigor da punição, a nova lei que se refere às drogas no Brasil (lei n° 1.143), ainda não foi capaz de inibir atos como fumar, plantar ou portar maconha. Pela reforma na lei, segundo o artigo 33, o indivíduo que for responsável por “induzir, instigar, ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga, pode pegar até três anos de detenção”. Trocando em miúdos, alguém que passe um cigarro de maconha a um amigo ou até mesmo a um irmão está sujeito a ser preso.

O abrandamento (artigo 28), ou o fim da pena de encarceramento, é apenas para quem só consome a droga. O usuário é conduzido à delegacia, conseqüentemente um processo é aberto e, ao ser condenado, passa a cumprir penas alternativas. A meu ver, não fica atrás do encarceramento, pois são punições de caráter moral. Portanto, não há como os “marcheiros” (defensores da maconha) comemorarem vitória.

Desculpe-me o desabafo, mas acho uma burrice de todo tamanho usar drogas. O conceituado autor do livro “Ano 68 – o que fizemos de nós?” diz o seguinte sobre as drogas: “havia aquela ilusão ingênua de que elas tinham vindo para expandir a consciência e aumentar a sua percepção do mundo. Nada disso aconteceu, ao contrário, as drogas hoje são instrumentos de morte”. Ele acrescenta num outro tom: “Descobri que não há nada como um pilequinho de chope ou de vinho”.

A criminalização das drogas teve um reforço importante, no final dos anos 60, do governo Nixon. O método Nixon, como ficou conhecido, foi um método na base do enfrentamento. Mas não impediu o consumo de drogas, muito pelo contrário, armou a criminalidade. Sem ser pretensioso, diria que projeto para o combate às droga deve ter como item básico a informação- óbvio, que eu não sou o primeiro a pensar assim, apenas enfatizo a idéia. Digo mais: usar droga é não usar o mínimo da inteligência.

A maconha saiu dos morros para bichar em outros cantos, a exemplo do esporte. Um estranho paradoxo. São casos e mais casos, registrados em revistas e jornais, a exemplo do caso de Edinho, atleta do Santos F. C. (pedimos licença à majestade), filho do rei Pelé, que, em depoimento às autoridades policiais, admitiu ser viciado em maconha. O rei chorou. Aliás, qualquer pai choraria. É muito doloroso e triste. É certo que a má estrutura familiar favorece aos jovens ir por esses atalhos, que não se refere ao caso acima citado. Longe disso. Muitos outros jovens recorrem à droga, às vezes, para atingir a família ou os próprios pais. Abro agora um parêntese. (Há poucos instantes, ainda quando arranhava essas linhas, deparei-me com um depoimento de um pai, pela TV, lamentando: “eu já esperava por isso, pois filho não ouve pai. Não escuta. Eu falei diversas vezes. Quem é o pai que quer isso, vê seu filho, assim, assassinado e jogado no lixo”. O filho desse senhor tinha só 17 anos, e o seu corpo estava ali, estendido na rua entre os escombros e o lixo). Relatei aqui um exemplo de um assassinato de mais um jovem envolvido com droga. Por se pensar que a maconha é uma droga menos ofensiva é que levou o bom moço, goleiro do Santos, às más companhias e ao vício.

Dentre uma infinidade de casos, no futebol, específicos com maconha e outras drogas, reportados pela imprensa do país, com destaque para o caderno de esporte, do jornal A Tarde de 30/04/2008, que traz uma lista enorme de jogadores que se deixaram influenciar pelas drogas, o qual relaciona: Reinaldo, maior ídolo do Atlético Mineiro, que deixou os gramados precocemente, hoje liberto das drogas; Dinei, campeão brasileiro pelo Corinthians, também recuperado; Casa Grande, passando por um tratamento de dependência de droga, em uma clínica em São Paulo; Renato Silva, do Fluminense, e Pitibu, quando jogava no Bahia, estes pegos com maconha, dentre outros. É a “drogadição” que, segundo os psicólogos do esporte, é uma falta de preparo ou, às vezes, ele já possui aqueles problemas, os quais são evidenciados quando estão em baixa. Também, na arena das lutas livres, os exemplos estão por aí. É o caso do Belo Ryan. Ryan Gracie. Um jovem destemido e promissor. Um campeão. E um fim trágico. A droga é dissimulada e atinge qualquer um e, às vezes, derruba um campeão. Também acontece nas quadras e academias, claro, não generalizando.

A “drogadição” destrói os indivíduos e a família.
Talvez, em alguma fase importante de suas vidas, carreguem dentro de si alguma inquietação, ou uma dor intensa, ou uma indisposição para amar a vida, como ela é.
Voltando ao foco. O dependente de maconha tem auto-estima baixa e auto-estima em seu seio familiar. O consumo de drogas embota os sentimentos, expressão certeira, li em algum lugar. Eles mentem e enganam o tempo todo. Os usuários precisam aceitar que são dependentes e que, no caso, a maconha é uma droga como outra qualquer. E se não querem pensar assim, acautelem-se, pois essa substância é uma ponte para outras drogas, ditas mais pesadas.
Disciplina, concentração e força de vontade para vencer. Basta querer. E outras dicas: deixar de freqüentar lugares que possam incentivar o consumo e se desfazer da teia de amigos que podem levá-los a fumar novamente e, também, não rever os amigos consumidores da droga. Muito pelo contrário, é preciso estar longe do meio que propicia o contato com ela, aí o dependente tem chances de ser curado. Há outras dicas, segundo o médico psiquiatra Cirilo Tissot da Clínica de Reabilitação Greewood, da grande São Paulo, em depoimento à Revista Veja.

Segundo as estatísticas, 80% dos que consomem maconha param com o vício, ao completarem 28 anos, porque passam a ter outros interesses, entre os quais a responsabilidade e interesse pela vida. Passando dessa fase, a coisa fica feia... Vai uma reflexão: “errar é humano e perseverar no erro é diabólico”. A internação involuntária é permitida também por uma lei federal, de n° 10.216, que autoriza essa internação psiquiátrica, mas o melhor remédio é a convicção, a consciência e atitude.
O usuário precisa entender que ele possui problemas e não consegue dar conta disso sozinho. Se a família apóia, as chances de recuperação são maiores. Muitas vezes, é necessário que a família também se trate. Por último, a recuperação depende das atividades do paciente, do trabalho, do estudo. Enquanto ele estiver ocupado, a chance de recuperação é maior, sugere psiquiatra tissot e dono da clinica acima citada, uma das mais importantes do pais.
Não adianta se enganarem e hastear bandeiras e bandeirolas e marchar pelas ruas e avenidas da cidade, como ocorreu recentemente em nosso país e o resto do mundo. Na verdade o que se viu foi uma marcha à ré na história da humanidade. Onde já se viu invocar a santa liberdade de expressão com o intuito de instigar e induzir o uso de drogas? E, ainda mais, colaborar, mesmo que indiretamente, com o tráfico delas? Como nos tempos da Jovem Guarda, eu diria “sem essa bicho”.

Os paladinos da maconha deveriam aproveitar o seu tempo com grandes exemplos para a humanidade, tais como uma Tereza de Calcutá, um Albert Sabin, ou mesmo, o rei dos Reis, Jesus. E não um Marley, que se apegou à maconha, passando uma falsa mensagem de luta pela paz e libertação dos negros, utilizando como instrumento as canções.

Que surjam novas marchas, mas que sejam significativas para o progresso humano. Ou, pelo menos, ao se servirem da fama de um Bob Marley, que sejam para inspirar marchas mais nobres, a exemplo da ex-atriz Brigite Bardot, que marcha em prol dos animais. Aqui não é a Jamaica (com todo respeito a esse país), porém, infelizmente, parte de nós não tem o que fazer, e, talvez, muito menos o que pensar.

A marcha da maconha acontece anualmente, desde 1994, desta vez aconteceu em 235 cidades dos cinco continentes. Sendo delas, 13 cidades brasileiras “contempladas”.
A marcha da maconha foi um fiasco no mundo inteiro. Aliás, a tendência desse movimento é de desaparecer da face da terra.

“Ela já nasceu queimada antes de nascer”, disse, muito bem, um repórter do Jornal A tarde, e eu acrescento: a marcha da maconha virou fumaça. É preciso acabar com idolatrias.
Maconha é droga que engana.

Pitty no Festival de Inverno Bahia 2008!


É mais uma atração de peso no Festival de Inverno. Após algumas tentativas, parece que desta vez vai concretizar a vinda da maior pop/star do rock brazuca, Pitty.

Mais uma vez o repórter do Boca do Sapo Online, conversou com um dos membros da cúpula do festival na qual informou que está quase que certa a vinda de Pitty, faltando somente assinar o contrato.

Ai galera da concorrência, agora pode divulgar, mas quem deu a notícia primeiro foi aqui, all right?


Boca do Sapo Online

Festival de Inverno Bahia, primeiro foi aqui!


Aviso aos desinformados o “Boca do Sapo Online” foi o primeiro a informar quais seriam as primeiras “grandes" atrações do Festival de Inverno (Jota Quest/Capital Inicial). (vide a data 22 de abril de 2008), Então, o jornal Correio da Bahia e outros começaram a divulgar essa notícia achando que estavam saindo na frente... Coitados, fomos nós que demos com exclusividade a confirmação da vinda de Jota Quest e Capital Inicial.

Boca do Sapo Online

Elevador (24/05/2008)


O Sobe e Desce dos Famosos

Em Alta

2ª FEIRA DO MEL (APIS): Muito boa à iniciativa do pessoal da APIS em realizar a feira do mel em Conquista. Mel da região faz muito sucesso lá fora... É considerado como um dos melhores do Brasil.

CAFÉ HALL (Bar): Novo espaço "Cult" da Cidade sempre lotado nos finais de semana música ao vivo de boa qualidade, tomara que mantenha o nível e não caia na mesmice... O Café Hall, fica na Otávio Santos do lado da Siqueira Campos...

CENA ALTERNATIVA: A galera não pode reclamar de boas opções no meio alternativo entre os meses de maio/junho e julho...Vários eventos/shows legais acontecendo na Cidade... Parabéns aos batalhadores por não deixar a "peteca" cair...


Em Baixa


FÓRUM III (Vitória da Conquista): Já tentou tirar a "Certidão de Nascimento", no Fórum de Conquista? Quando alguém consegue, no mínimo espera uns 8 (oito) dias para receber. Muitos usuários estão optando em retirar em cidades vizinhas (que funciona). É porque aqui as coisas não funcionam e ninguém, mas ninguém mesmo toma nenhuma providência?

SAC (Conquista): Além da burocrácia, enrola, demora, falta de funcionários, má vontade e taxas absurdas /abusivas. Fogem da origem do qual foi criado: Facilitar, desburocratizar e ter preços acessíveis para o cidadão. Será que por ser uma idéia do Governo anterior (ACM e sua troupe)?

PRAÇAS PÚBLICAS (Conquista): Entra Prefeito e sai Prefeito e nenhum deles tomam providências em relação as Praças. Continuam abandonadas, sujas, as escuras, reduto de marginais, um total descaso da PMVC. São poucas, dá prá contar nos dedos as Praças bem cuidadas em Conquista.

Boca do Sapo Online

Elevador (18/05/2008)



O Sobe e Desce dos Famosos


Em Alta


FAMÍLIA TV LOCAL: O casal Eduardo e Shirley da TV Local 36, estão vibrando com a chegada de Caio a tribo da TV Local. Na última quinta-feira dia 15 nasceu o mais novo membro da TV. Parabéns a Shirley e Eduardo, e Caio seja-bem vindo!

MÚSICA ELETRÔNICA: Mesmo depois da tão falada "Rave" que rolou no Sítio Viver (lembra?)... A galera da música eletrônica está mandando ver... Muitas festas abertas ou pvt rolando praticamente todo final se semana na cidade. Na cena alternativa só tá dando a galera da e-music!

CENTRO DE CULTURA (Conquista): A cidade não pode reclamar que a nova Direção do Centro de Cultura (Paulo Mascena)... Não estar fazendo nada, principalmente propocionando bons espetáculos e dando suporte a quem promove algum evento por lá...

Em Baixa

THE PLANT: Mais uma vez deixou de se apresentar em um evento, desta vez seria nesta Sexta-feira (16/05) no estacionamento do Shopping Conquista Sul. E só prá variar a banda de forma iresponsável não tocou, não justificou... Alguém sabe aonde anda a Banda The Plant ???

96 FM (Conquista): É uma vergonha a Rádio 96 FM que antes era a melhor programação da Cidade... Mais uma vez pisa na bola... Está saindo do ar ás 11 horas da noite todos os dias inclusive aos sábados e domingos. O que está acontecendo com a "nova/velha" direção da emissora ??? Perderam totalmente a noção do que seja fazer rádio e o pior total falta de respeito com os poucos ouvintes que ainda a ouvem

BILHETE ELETRÔNICO - Toda mudança requer alguns sacrifícios. Mas o que a PMVC/SINTRANS estão fazendo com os usuários do transporte coletivo em Conquista é uma "esculhabação": filas enormes, inúmeras reclamações, burocrácia, enrola, poucos funcionários... Socorro!!!
O bilhete eletrônico ainda não disse ao que veio... Pelo menos por aqui.

Boca do Sapo Online

Elevador (10/05/2008)


O Sobe Desce dos Famosos


Em Alta


Café Com Blues – Após o lançamento do CD lança o site www.cafecomblues.com.br e de quebra rola mais um super show neste sábado à noite (21:30) no Centro de Cultura e mais o show promete.

100 Censura, Baile de Máscaras – No Apogeu: neste sábado grande Baile de Máscaras com show Elton Raville e Dj Diou, às 23:00h... Como regra só será permitido o acesso devidamente fantasiado.

Lampião em Conquista - O lendário cangaceiro Lampião foi o personagem escolhido pelo ambientalista André Barros Cairo para chamar a atenção das autoridades políticas. O protesto na última quarta-feira (80) e foi uma forma de pedir melhoria da qualidade de vida da população, com a redução da carga tributária. Como resultado dos protestos, Cairo comemora 149 conquistas que o movimento obteve até agora, como por exemplo, redutores de velocidade no trecho urbano da BR-116, rampas para deficientes na Câmara de Vereadores, aeradores na Estação de tratamento da Embasa e conjuntos de semáforos da cidade.


Em Baixa


Transporte Coletivo de Vitória da Conquista – Está lastimável a situação: ônibus sucateados, cheios, demora, um verdadeiro “caos”!!! Já está na hora de outras empresas “quebrarem” esse “monopólio” duplo que reina em Vitória da Conquista.

Banco do Brasil (Ag. Centro) – Alvo de muitas reclamações há anos a agência está provando total incompetência descaso com os clientes. Principalmente após os servidores do Estado migrarem para a mesma imaginando que fossem te alguma vantagem. E os velhos problemas continuam: Caixas eletrônicos em manutensão o dia inteiro, filas intermináveis, falta de banheiros e principalmente o espaço físico literalmente pequeno para a grande demanda.

Oceanair (Empresa de Transportes Aéreo) – Deixar de operar a pista de pouso do (Pseudo Aeroporto) de Vitória da Conquista, sob alegação que o mesmo não possui estrutura para “as novas” aeronaves da empresa. Até ai tudo bem. Mas a Oceanair prestava um péssimo serviço na cidade, não vai fazer falta: Quando alguém voava ou voa na Oceanair, fica bem claro “Paga pra entrar e reza pra sair...Vivo”.



Boca do Sapo Online

MÚSICA



Tina Turner prepara primeira turnê em oito anos


Beyonce a apresentou como "a rainha" na entrega dos Grammy, em fevereiro. No outono norte-americano deste ano, Tina Turner vai novamente cantar para seus súditos fiéis.

A cantora, cujo nome figura no Hall da Fama do Rock'n'Roll, vai iniciar em 1º de outubro, em Kansas City, sua primeira turnê em oito anos.

A turnê, em que Tina Turner vai apresentar-se em grandes arenas, será promovida pela AEG Live e vai incluir cerca de 35 shows na América do Norte, a serem seguidos, provavelmente, por outros na Europa e outros países.

Tina Turner anunciou a turnê numa gravação do programa de Oprah Winfrey prevista para ir ao ar na quinta-feira nos Estados Unidos. Ela disse que os ingressos começarão a ser vendidos em 12 de maio.

A turnê de 2000 da cantora, divulgada como sendo sua última, foi a de maior arrecadação daquele ano, segundo a Billboard Boxscore.

A turnê rendeu quase 100 milhões de dólares, incluiu 89 apresentações e atraiu mais de 2 milhões de pessoas - uma média de mais de 24 mil por noite. Na época, foi a turnê mais rentável de todos os tempos de uma artista mulher. Desde então, o recorde foi superado por Cher e Madonna.





Reuters



Chuck Berry toca no Brasil em junho



O roqueiro da primeira hora Chuck Berry fará uma turnê pelo Brasil em junho. Berry, de 81 anos, passará pelo Rio de Janeiro (17 de junho), São Paulo (18 de junho), Curitiba (20 de junho) e Porto Alegre (21 de junho).

Provavelmente o personagem mais importante para o desenvolvimento do rock, o músico é autor de clássicos eternos do gênero como Johnny B. Goode, Maybellene, Sweet Little Sixteen e School Days

Com 60 anos de carreira, Berry não lança um disco desde a década de 1980. Mas nunca parou de fazer turnês. Sua última passagem pelo Brasil foi em 1993.



Terra

MÚSICA

Stevie Wonder exalta Obama em show


O show mais disputado do 39.º Festival de Jazz de Nova Orleans ganhou um inusitado aspecto político. Ao iniciar sua apresentação, na tarde da última sexta-feira, o cantor e compositor Stevie Wonder declarou de maneira entusiasmada seu apoio à candidatura de Barack Obama à Presidência dos Estados Unidos.

Acompanhado pela filha Aisha, que é vocalista da banda, e por Quint Davis, produtor do evento, Wonder também pediu à platéia que fizesse um minuto de silêncio em memória das vítimas do furacão Katrina, desencadeador da inundação que destruiu parte da cidade, em 2005, deixando um rastro de mortes e desabrigados.

Demonstrando estar contente em sua primeira apresentação no Festival de Nova Orleans, o cantor presenteou os fãs com duas horas de música, tocando 30 minutos a mais do que a duração anunciada.

Além de cantar faixas de seu último álbum, "A Time to Love", Wonder também relembrou antigos sucessos, como "Ribbon in the Sky", "Superstitious", "My Cherie Amour" e "Living for the City".

Bem-humorado, fez também algumas referências improvisadas à chuva, nos momentos em que ela recomeçou. Chegou até a cantar "Raindrops Keep Falling on My Head" (de Burt Bacharach e Hal David), hit dos anos 60 que nem faz parte do seu repertório.


Folha de S. Paulo

PESQUISA


Elevador

O Sobe e Desce dos Famosos

Em Alta



ECPP (Vitória da Conquista): Que independente de resultado, já é o campeão moral do Campeonato Baiano 2008. A equipe está de parabéns foi além das espectativas e se for campeão não será surpresa, da-lhe Bode!!!



Rock In Concert (Batista): Evento que promete "bombar" neste domingo no Centro de Cultura ás 4 da tarde. Com alguns meses de antecedência na organização "Batista" prova que é viável fazer eventos alternativos na cidade. Parabéns Batista e toda galera envolvida no "Rock In Concert".


Metal Creu (Jackson Oliveira): Uma paródia ao "créu" só que na versão metal, com guitarras pesadas, bateria acelerada e vocal "gutural". E deu até repercursão em portal da Globo.com (Clique aqui). Para os desavisados "O Metal Créu é Made In Conquista”.



Em Baixa



Iluminação da Praça Tancredo Neves: Está uma verdadeira "escuridão" na Praça, deve está funcionando somente 30% da capacidade. Será racionamento? A PMVC antecipando o "apagão"? Iluminação de "boate"?


Filas no Fórum II: Pois é, muitas reclamações, protestos, Vereadores promoveram reunião com Ministério Público, falácia na imprensa e nada foi resolvido... Continuam as filas, a bagunça e ninguém toma providências...


96 FM (Programação): Além da péssima programação, programas de qualidade duvidosa, "pseudos" locutores no ar...O mais novo retrocesso da 96 FM é encerrar a programação durante a semana ás 11(onze) da noite... Segundo críticos de plantão é o horário que ainda dava prá ouvir a rádio... À partir das 11 da noite até as 5 da manhã... E agora ??? Por que será ???.


Boca do Sapo Online