sexta-feira, 30 de maio de 2008

Prince e Radiohead 'disputam' direitos sobre vídeo no YouTube

Depois do zum-zum-zum sobre a versão que o cantor Prince fez ao vivo para "Creep", a música mais conhecida do Radiohead pelo grande público, muitos foram ao site YouTube para conferir a curiosa homenagem.

Mas todos os vídeos feitos por pessoas da platéia, no último festival Coachella, foram retirados do ar a pedido da gravadora do cantor, a NPG Records, que alega quebra de direitos autorais.

Em uma recente entrevista, o vocalista do Radiohead Thom Yorke disse ter achado "hilário" o fato de Prince ter interpretado "Creep", mas se surpreendeu quando o seu colega de banda, o guitarrista Ed O'Brien, contou que não conseguiu assistir ao cover porque os vídeos estavam bloqueados.

"Verdade? Ele bloqueou?", disse Yorke. "Bem, diga a ele para desbloquear. É... a nossa música".

O caso levanta outro debate sobre propriedade intelectual na era digital. O YouTube não permite a postagem de material com direitos autoriais reservados e retira-o, em caso de reclamações. No entanto, o pedido de Yorke parece estar em conformidade com a política do YouTube.

No ano passado, fãs de Prince disseram que receberam notificações judiciais ordenadas pelo cantor para remover de seus sites pessoais todas as imagens do cantor, suas letras de músicas e "qualquer coisa ligada à imagem de Prince".

Procurado pela agência Associated Press, o Google, empresa proprietária do YouTube, não quis comentar o caso. Representantes de Prince também não estavam disponíveis para falar sobre o episódio.



Nenhum comentário: