quarta-feira, 18 de junho de 2008

Madonna: Tudo muito 80's, tudo muito pop!

Se esta publicação fosse um jornal diário, a abertura poderia ser: "Madonna, ícone Pop desde os anos 80, lança novo disco com colaborações de artistas que disputavam, há quase 30 anos, o mesmo espaço no qual a artista, vencedora de vários prêmios Grammy, se agigantou. O novo trabalho, que se chama Hard Candy, tem participações especiais de S.O.S. Band, Electric Light Orchestra, Lipps Inc., Donna Summer, Duran Duran, Imagination, Human League, Giorgio Moroder, Delegation, Unlimited Touch, Gino Soccio, Supertramp, Indeep e Gwen Guthrie, entre outros, além de retoques de vários DJs. É uma viagem de volta aos anos 80."

Quem assistiu ao filme "Letra e Música", protagonizado por Hugh Grant, acabou fazendo uma viagem de volta aos anos 80. O personagem de Grant é um músico que tenta sobreviver se encaixando no turbulento universo musical de hoje, onde há tantas fusões de ritmos e estilos, embora quase ninguém admita. Logo na abertura, a gente pensa que está assistindo a um videoclipe e lá está Hugh Grant e seu conjunto, que se chama...POP
É exatamente essa a impressão que se tem ouvindo "Hard Candy", o 11º álbum (e o último) da megastar pela Warner. O novo disco é, definitivamente, uma revisita.

Desde 1979, quando a menina de Michigan estreou na música como integrante do Patrick Hernandez Revue (aquele mesmo que estourou o hit "Born To Be Alive"), passando depois pelo Breakfast Club e ainda mais tarde formando o trio Emmy, até gravar uma demo tape que chegou às mãos do DJ e produtor Mark Kamins, responsável direto por sua contratação pela Warner em 1982, Madonna tenta deixar para trás alguns episódios anteriores ao seu ingresso na música.

Tempos difíceis à parte, Madonna manteve-se firme e no topo, como agora, quando "Hard Candy" a traz novamente aos primeiros postos das paradas de sucesso em todo o mundo.

Desde março passado, quando foi lançado o 1º single, "4 Minutes", as primeiras notícias a respeito do álbum falavam da escolha de Madonna por trabalhar exclusivamente com produtores de Hip Hop como Timbaland, Pharrell Williams e Chad Hugo (The Neptunes) e Nate "Danja" Hills, além de convidar Justin Timberlake como apoio vocal e parceiro nas composições.

Tudo isso fez todo mundo pensar que a "Material" Girl faria, obviamente, uma incursão pelo mundo do Hip Hop. Nada disso. Assim como Madonna gosta, o óbvio não se cumpre.

Celebrado mundialmente e aguardado com excessiva ansiedade, Hard Candy faz uma viagem clara e direta à década que revelou Madonna ao mundo. Neste CD, a artista, que completará 50 anos de idade em 16 de agosto próximo e 26 de estrelato, mostra que suas origens musicais a marcaram definitivamente.

Fonte: D.J. Sound

Nenhum comentário: