segunda-feira, 28 de julho de 2008

Metallica homenageia roqueiros mortos em seu novo álbum, diz vocalista

O vocalista e guitarrista James Hetfield anunciou que o novo disco do grupo norte-americano Metallica é uma homenagem a roqueiros mortos, segundo o site britânico New Musical Express.

Um caixão ilustra a capa do álbum "Death Magnetic" e Hetfield explicou que essa idéia surgiu basicamente como uma espécie de tributo às pessoas que sucumbiram no meio musical, como Layne Staley (vocalista do Alice In Chains morto em 2002) e muitos outros mártires do rock e coisas do tipo.

"É uma alegoria da morte como um imã ao qual algumas pessoas são tragadas em sua direção, assim como outras se amedrontam e se desvencilham disso", informou o cantor.

Hetfield também comentou que muitas pessoas não se sentem confortáveis com assuntos relacionados à morte. "Apesar do tema batido, é uma coisa sobre a qual não se costuma falar a respeito --como um elefante branco na sala de estar. Mas é algo com que todos precisam lidar em algum ponto."

Com produção de Rick Rubin, "Death Magnetic" será lançado em 22 de setembro e é o primeiro disco de inéditas do Metallica desde "St. Anger" (2003). É o primeiro disco da banda com a participação do baixista Robert Trujillo (ex-Suicidal Tendencies e Infectious Grooves) no processo criativo.

Criado em 1981, o Metallica foi um dos expoentes da cena norte-americana de thrash metal dos anos 80 e lançou álbuns elementares do gênero como "Kill'Em All" (1983), "Ride the Lightning" (1984) e "Master of Puppets" (1986), entre outros. A partir do álbum epônimo de 1991, conhecido como "The Black Album", a banda tornou-se um dos mais populares nomes do rock pesado em atividade.

Fonte: Uol

Nenhum comentário: