sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Em Nova York, The Police faz 'último show da carreira'

Banda inglesa fechou nesta quinta-feira (7) a turnê de reunião.
Mais de 3 milhões de pessoas assistiram às apresentações do trio no giro mundial.

Depois de mais de um ano de uma bem-sucedida turnê de reunião, o trio The Police fez na noite desta quinta-feira (7), em Nova York, o que chamou de "último show da carreira".

"O verdadeiro do triunfo desta turnê foi que nós não estrangulamos um ao outro", afirmou um barbado Sting à platéia do Madison Square Garden, fazendo piada com as famosas tensões internas com o guitarrista Andy Summers e principalmente com o baterista Stewart Copeland.

O grupo fez uma turnê - com passagem pelo Brasil em dezembro do ano passado - que arrecadou US$ 350 milhões e levou mais de 3 milhões de pessoas às suas apresentações.


Apesar dos boatos de que o Police gravaria um disco de inéditas ou ao menos um álbum de versões acústicas, o trio sustenta que esse concerto da noite de quinta, em prol de duas estações de TV públicas de Nova York, será o último da carreira. Sting, Copeland e Summers, passaram 25 anos separados até se reunir para uma nova turnê em maio do ano passado.

Entre os sucessos tocados na noite de quinta estavam "Walking in the moon", "Message in a bottle" (com a banda da polícia de Nova York como convidada), além de dois covers, "Sunshine of your love" (do Cream de Eric Clapton) e "Purple Haze" (de Jimi Hendrix).

Antes do bis, Sting se sentou em uma cadeira de barbeiro dos bastidores, onde raspou sua barba - uma cena exibida para todo o Madison Square Garden. Ele apareceu em seguida sem camisa, arrancando gritinhos da platéia.

Ao final, o desenho do porquinho Gaguinho (da Turma do Pernalonga) apareceu com a inscrição "That's all folks".

Fonte: G1

Nenhum comentário: