terça-feira, 5 de agosto de 2008

“É hora de parar de ir contra a corrente”

Pesquisador afirma que o download gratuito chegou para ficar, e que gravadoras precisam parar de lutar contra a pirataria digital

Em entrevista ao jornal britânico Guardian, o pesquisador Eric Garland afirmou que a pirataria digital é irreversível, e que “é hora [da indústria fonográfica] de parar de nadar contra a corrente” e permitir o download gratuito de todas as músicas lançadas.

Garland é o autor da pesquisa que descobriu que mais de duas milhões de pessoas já piratearam o álbum In Rainbows, do Radiohead, mesmo ele sendo distribuído gratuitamente pela banda em seu site oficial. Leia mais sobre o assunto aqui.

“As formas não convencionais de download são extremamente populares, e não irão desaparecer”, afirma Garland, que continua: “Embora o Radiohead seja uma banda adorada, um site ilegal como o The Pirate Bay é uma marca poderosa com ótima reputação entre milhões de fãs de música”.

O pesquisador explicou um dos motivos para os internautas optarem por sites piratas ao invés de downloads oficiais gratuitos é o costume em sempre utilizar meios ilegais.

Mesmo assim, Garland afirma que mesmo com a pirataria, In Rainbows foi um sucesso “por suas vendas de discos e pela turnê da banda, que continua com ingressos esgotados”.

Para o pesquisador, a solução é legalizar sites de transferência de arquivos, e intensificar a publicidade, para aumentar a renda dos músicos e das gravadoras. “É como dar sorvete gratuito e colocar comerciais nas casquinhas”, conclui.

O Radiohead ja foi pirateado mais de duas milhões de vezes. Pesquisador acredita que situação é irremediável.

Fonte: Rolling Stone

Nenhum comentário: