sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Michael Jackson completa 50 anos longe dos seus dias de glória

Madonna não é a única estrela de grandeza mundial a completar 50 anos este mês. Hoje é aniversário de meio século de Michael Jackson, o homem que já foi o "rei da música pop", tentou parar o tempo e tornou-se prisioneiro na Terra do Nunca.

Soterrado pelos escândalos que tomaram o lugar de sua música, Jackson vem tentando reerguer-se e escalar de volta o Olimpo do pop, e sua investida inclui uma volta ao século 18.

Esta semana, Jackson e o produtor (e ex-marido de Liza Minelli) David Gest anunciaram ter musicado poemas de Robert Burns, escritor escocês que é um dos orgulhos do País de Sean Connery. "Não mexemos nos versos, mas as melodias são modernas e espertas", garantiu Gest ao jornal inglês The Guardian.

Seus fãs mais ardorosos, porém, não acham que isso bastará para trazê-lo de volta ao topo. "Ele perdeu credibilidade por causa da vida pessoal, chegou uma hora em que só vendia manchetes, não arte. Mas o talento dele é enorme, sei que pode se reerguer", diz Rodrigo Teaser, considerado o melhor sósia de Michael Jackson na América Latina.

Além de ter literalmente mudado de cor - em 1993, afirmou na TV, em rede nacional, que o vitiligo tornou sua pele branca -, Jackson respondeu a processos por pedofilia, por supostamente dormir com garotos em seu rancho, Neverland (a Terra do Nunca de Peter Pan, o menino que se recusou a crescer). Também teve problemas com sonegação de impostos e atualmente sua dívida é maior que a fortuna acumulada em 40 anos de estrada.

O baterista Guto Goffi, do Barão Vermelho, era criança quando viu Michael no Maracanãzinho, com o Jackson 5, em meados dos anos 70. "Ele foi profundamente inovador em seus primeiros trabalhos solo. Sempre foi um cara de ponta no pop, mas se desconectou da realidade", lamenta.

Renato Martins, líder da banda de rock Canastra, fazia o passinho "moonwalk" quando era criança e ama os discos Thriller e Off The Wall, e olha com tristeza para o atual momento do astro. Apesar disso, pede um desconto para os ¿desvios¿ de Jackson.

"Ele nunca teve uma vida normal, está nessa de showbiz desde pequeno e desenvolveu uma relação bem pequena com a realidade. Não é por acaso que a Terra do Nunca é onde vivem os garotos perdidos", analisa. Essa é a diferença entre Madonna e Jackson, acredita Renato. "Não dá para ser popstar 24 horas por dia. Madonna sabe disso. Ele não."

Como seria Michael Jackson hoje

A imagem mais recente de Michael Jackson é a de um homem magro, frágil, de paletó e pijamas. Ele foi fotografado assim na noite de quarta-feira, numa ida a restaurante de Las Vegas, ao lado dos três filhos.

O jornal inglês Daily Mail fez simulação por computação gráfica para mostrar qual seria a aparência atual de Michael se ele não tivesse se submetido a tantas cirurgias plásticas.

Ele teria a imagem de um homem bem mais simpático e com os traços negros naturais que a criatura andrógina e descolorida perdeu.

Dia 4 de setembro, o grupo Jackson 5 promete se reunir, em show nos Estados Unidos, mas Michael não confirmou presença.

Por Ricardo Calazans/O Dia

Nenhum comentário: