segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Com roupas transparentes, DJ faz sucesso no Rio

Kyra Dombrowski, 27 anos, é DJ de música house e eletrônica. Curitibana, veio morar no Rio há três anos e caiu na noite por acaso. "Trabalhei por um mês como vendedora da Diesel e fui chamada para tocar nas festinhas da marca. A partir daí, virei DJ profissional e tudo começou a dar certo", conta.

Em pouco tempo, ela ganhou as pistas das boates mais badaladas do País e participa, todos os anos, do Winter Music Conference, em Miami. Esta semana, Kyra estreou a festa Pink Up, no Atlântico, com grupo que leva o mesmo nome, formado só por DJs mulheres (além de Kyra, Mari Zander e Mary Olivetti) e dirigido por Michael Koellreutter.

"Vamos tocar lá toda quarta-feira, durante um mês", avisa. Sobre o assédio masculino, ela jura que tira de letra: "recebo bilhetinhos todas as noites e agora estou até colecionando. Os mais legais, coloco no meu mural".

No rastro de Madonna, que usa figurino transparente e sexy na turnê Sticky and Sweet, Kyra mostra peças reveladoras, para serem vestidas no escurinho da noite. "Madonna é uma referência da música e da moda", diz a fã, que já garantiu seu ingresso para o show da diva, em dezembro.

Fonte: O Dia Online/Terra

Um comentário:

Kyra Dombrowski disse...

Fala David, seu blog eh otimo, estava fazendo buscas sobre meu nome e o encontrei.
Eh uma honra estar entre tantos top artistas.
Soh p constar aqui o titulo dessa matéria que saiu no Dia infelizmente foi um péssimo erro, pois a roupa com transparências foi apenas para as sessão de fotos, eu jamais usaria na balada.
Bem, mas quem estiver visitando e quiser conhecer mais do meu trabalho, iniciei ha pouco tempo meu blog: djkyra.blospot.com
Eh isso, beijao grande, Kyra.