sábado, 11 de outubro de 2008

O sonho acabou

John Lennon, o trovador do apocalipse

Se estivesse vivo, o genial John Lennon completaria 68 anos nesta quinta-feira, dia 9 de outubro.

Contestador, polêmico, pacifista e sonhador. Sonho que ele decretou encerrado na música "God" ("Deus", em português), gravada entre setembro e outubro de 1970, para o álbum John Lennon/Plastic Ono Band, o primeiro dele em carreira solo, depois do fim dos Beatles.

"The dream is over".

Uma imagem para ilustrar os loucos dias que o mundo vive hoje seria Lennon, violão na mão, cantando "God" em Wall Street, na Nova York que ele conheceu tão bem e onde foi assassinado pela loucura de Mark Chapman, em dezembro de 1980.

Um trovador do apocalipse, anunciando o fim do sonho do Capitalismo financeiro, predador como o mundo o conhecia. Provavelmente, Lennon ainda acrescentaria "I don't believe in Wall Street" entre os versos da canção-protesto!

"The dream is over,
What can I say?"

"O sonho acabou,
O que posso dizer?"

Saudades.

Por Fernando Figueiredo Mello/Igpop

Veja o clipe de "God"

Nenhum comentário: