terça-feira, 18 de novembro de 2008

Em nota, empresários pedem restrições à meia-entrada

Um grupo de associações de empresários ligados a shows musicais, exibidores de cinema, esportes e teatro divulgaram neste domingo uma carta aberta questionando a meia-entrada. A carta mira a votação ainda nesta semana de um projeto de lei que regulamenta a concessão do benefício.

De acordo com os empresários, o poder público não concedeu qualquer incentivo ou contrapartida a esses setores apesar de a meia-entrada chegar a 80% dos ingressos em alguns casos.

Ainda segundo o grupo, a meia-entrada deve ser limitada a 30% das lotações, como acontece em Minas Gerais e Santa Catarina. Eles também prometem diminuir o valor dos ingressos assim que essa medida for implantada.

A carta diz ainda que os empresários dobraram o valor do ingresso para compensar as perdas. "O que na aparência seria um benefício deixou de existir: a meia teve o preço dobrado, e a inteira se tornou inviável ao poder aquisitivo do cidadão comum", afirma a nota.

As reclamações das associações não se restringem aos estudantes. "O Estatuto do Idoso incorporou mais um contingente entre os beneficiários assim como algumas leis regionais abrem o desconto para doadores de sangue, professores e outras categorias, novamente sem que o Estado arque com os custos desta política pública", diz o texto.

Confira, abaixo, as associações que assinam a carta:

ABEART (Associação Brasileira dos Empresários Artísticos)

ABRAPE (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos)

SATED (Sindicato dos Artistas e Trabalhadores em Espetáculos de Diversão)

SINPARC (Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de MG)

APTR (Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro)

APTI (Associação de Produtores Teatrais Independentes de São Paulo)

ABRAPLEX (Associação Brasileira de Operadores de Multiplex)

ABRACINE (Associação Brasileira de Empresas de Cinema)

FENEEC (Federação Nacional de Empresas Exibidoras Cinematográricas)

Associação das Empresas Promotoras e Produtoras de Eventos Artísticos e Esportivos do Estado de São Paulo

SEECESP (Sindicato das Empresas Exibidoras Cinematográficas de São Paulo)"

Fonte: Folha Online

Nenhum comentário: