sábado, 29 de novembro de 2008

RBD se apresenta no Rio e promete voltar em dezembro

Cerca de 15 mil pessoas assistiram nesta sexta-feira a apresentação do grupo mexicano RBD, no HSBC Arena, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O show faz parte da "turnê do adeus", que marca a despedida da banda.

Em agosto deste ano Anahí, Christian, Christopher, Dulce Maria, Maite e Alfonso anunciaram a separação.

A noite marcaria a despedida da banda em solo carioca, mas no meio da festa Christian anunciou que eles irão retornar no próximo dia 10 de dezembro para mais um show. "Temos uma surpresa para vocês. Nós regressaremos. Mês de dezembro estaremos de volta", garantiu ele para delírio dos fãs.

Como aconteceu em Fortaleza, dia 25, e em Porto Alegre, dia 27, Maite não se apresentou com o restante da banda nesta sexta. Antes do show um comunicado nos altos falantes informou que a cantora não subiria ao palco e quem desejasse poderia pedir o dinheiro do ingresso de volta. O público reagiu à notícia e começou a gritar o nome de Maite. Não se sabe se Maite estará presente em São Paulo, neste sábado, e em Brasília, no domingo.

Após uma hora e meia de atraso, o RBD subiu ao palco às 22h. A música de abertura foi Cariño Mio, seguida de Aun hay Algo, Un Poco de tu Amor e Otro Dia que Va. Novamente o momento de maior emoção foi quando Anahí, a preferida da platéia, cantou Salvame. "Amigos, eu quero falar uma coisa, porque eu falo português. Um pouquinho, mas falo", brincou Anahí, "vocês são o nosso sonho que virou realidade. Vocês me fizeram acreditar no meu sonho".

O restante da banda também se emocionou com o carinho dos fãs. "É espetacular para todos nós estar no Rio de Janeiro. Obrigado pela confiança, obrigado a todos", disse Christian. "Obrigado por tanto amor", agradeceu Dulce. "Vocês sempre serão nossos amigos", afirmou Christopher.

A estudante Carol Mello, 17 anos, foi ao show acompanhada das amigas. Elas moram no município de São Gonçalo, mas afirmaram que não perderiam de jeito nenhum a apresentação. Para a jovem, Anahí é um exemplo a ser seguido. "Ela me faz acreditar num sonho, me faz acreditar que a gente precisa ter esperança".

Já Evye Mendes, 17, acredita que a canção No Pares, cantada por Dulce, é a que melhor representa a mensagem do RBD. "No pares diz tudo que a gente aprendeu com eles. Que os outros não podem fazer com que a gente desista dos nossos sonhos".

A bailarina e atriz Renata Ferreira, escolhida para atuar como protagonista da versão brasileira de High School Musical, foi ao espetáculo acompanhada de Bernardo Falcone, que foi eliminado durante a seleção. Ela afirmou que embora não seja fã do RBD queria conhecer o show. "A gente chegou a ter medo da rixa que existe entre fãs do RBD e High School, mas o público é muito receptivo.".

O RBD priorizou antigos sucessos no show, relembrando com o público cançõs como Solo Quedo em Silencio, Besame sin Miedo, Ser o Parecer e Que hay Detrás. Fechando a noite, os integrantes do grupo saíram do palco por alguns minutos e retornaram vestindo os uniformes escolares com gravatas vermelhas que se tornaram marca registrada da banda, e entoaram junto com o público seu maior sucesso Rebelde.

Houve um grande número de atendimentos médicos antes, durante e depois do show. Cerca de 50 pessoas, a maioria adolescente, teve que ser socorrida. Segundo funcionários do posto médico do HSBC Arena já era esperado um número alto de ocorrências por causa da comoção que a até então despedida do grupo causou nos fãs.

O cantor mexicano Peewee fez uma breve apresentação de quinze minutos antes do show principal, entre 21h10 e 21h25.

Por Daniel Gonçalves
Fonte: Terra

Nenhum comentário: