segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Michael Jackson quer deixar direitos dos Beatles de herança a McCartney

Michael Jackson pretende encerrar seu mal-estar com Paul McCartney, que já dura 24 anos, deixando os direitos que adquiriu do catálogo dos Beatles para o músico em seu testamento. A informação é do tabloide inglês "The Mirror".

McCartney ficou furioso quando Jackson comprou, em 1985, os direitos sobre as músicas dos Beatles. Na época, o astro pop pagou US$47,5 milhões pelas canções.

Os músicos, que no início dos anos 80 foram parceiros musicais com os sucessos "The Girl is Mine" e "Say, Say, Say", não se falam desde então, informa o texto.

Mas Jackson, que, de acordo com a reportagem, agora luta contra uma grave doença pulmonar genética, está determinado a fazer as pazes com McCartney.

Segundo alguns relatos, o cantor está convencido de que irá morrer em breve e elaborou um novo testamento em que deixa toda a sua cota sobre os direitos das músicas dos Beatles para McCartney.

De acordo com o texto, fontes próximas a Jackson disseram que ele sempre lamentou sua briga com o ex-beatle. Uma delas disse: "Michael está preocupado com sua saúde e decidiu que era a hora de avaliar suas finanças".

"A maior parte de sua herança foi dividida entre seus três filhos. Mas Michael disse a seus advogados que estava triste por não falar há tantos anos com McCartney e que gostaria de fazer as coisas da melhor forma."

A fonte acrescentou: "Michael sofre de fortes dores nas costas e nas pernas e tem isso há alguns anos. Ele sofre espasmos nas costas, o que significa que passa bastante tempo na cama e em uma cadeira de rodas."

Jackson vendeu metade de seus direitos para a Sony em 1995, mas ainda fatura cerca de 40 milhões de euros (cerca de R$ 129,5 milhões) por ano com os direitos pelas músicas.

De acordo com a reportagem do "The Mirror", McCartney disse recentemente que "a coisa mais chata é ter de pagar para tocar algumas de minhas próprias músicas". "Cada vez que quero tocar ´Hey Jude´ preciso pagar", disse o músico.

Uma fonte próxima a Paul McCartney disse à reportagem: "Se Jackson quer devolver os direitos das músicas em seu testamento, McCartney ficaria bastante satisfeito".

Segundo o "The Mirror", um porta-voz de Jackson negou que o astro acredita que está morrendo.

Fonte: Folha Onine

Nenhum comentário: