terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Marcelo Camelo faz show correto no Rio, e brinda fãs do Los Hermanos.

O mesmo Circo Voador, que a menos de uma semana recebera uma legião de fãs do Los Hermanos, que foram atrás do projeto Little Joy de Rodrigo Amarante, foi o cenário neste sábado (14), para os também apreciadores do cultuado grupo carioca reverenciarem Marcelo Camelo, em seu show solo, baseado no disco ”Sou”.

Acompanhado do grupo indie paulistano Hurtmold, e do habilidoso trompetista norte-americano Rob Mazurek, Camelo, que já entrou em cena com a platéia jogando a seu favor (assim como o Little Joy dias antes), se locupletou com o fato de ter a capacidade de fazer com que seus fãs decorem todas as suas letras.

Em ”Téo e a Gaivota”, o coro da platéia já entregava a devoção, que depois ganhou dimensões colossais, primeiro em ”Menina Bordada” (na qual além de cantar lindamente, seus adoradores deram um show a parte com as palmas), e em ”Janta” que iniciou um set mais acústico, com Camelo sentadinho com seu violão.

”Janta” é a canção que ganhou status de trilha para o suposto romance do músico com a cantora Mallu Magalhães, no imaginário pop. E, se alguns poderiam achar que a menina, que fez fama na internet, e gravou a canção com o Hermano poderia pintar para uma dobradinha no Rio, tiveram que ver Camelo cantando sozinho , ou melhor com o Circo Voador inteiro, já que neste número então, a reação da platéia foi ”beatlemaníaca”!

Para lembrar a Legião Urbana

Mais ”preso” à compreensão ”Hermanica” que Amarante e seu urgente Little Joy, Camelo, que cantou ”Morena” do disco ”4” do Los Hermanos, a todo momento escutava gritos pedindo ”Pierrot”, que está no primeiro álbum dos barbudos e que não foi tocada.
Graças a sua ligação com o público do Rio, que chega a lembrar a que tinha também a Legião Urbana dos bons tempos, Camelo voltou ao palco duas vezes, e no primeiro bis antecipou o carnaval carioca com sua marchinha ”Copacabana”, responsável até por trenzinho no meio da galera.

Já em sua segunda volta ao palco, depois de interagir pouco com seus ‘’súditos”, porém agradecendo muito ao longo do show, Camelo encerrou a noite brindando a todos, que queriam mesmo era ouvir mais uma de sua famosa banda. ”Esta é para meus irmãos que estão aqui hoje”, e entoou os primeiros versos de ”Além do que se vê”, e mais uma vez o Circo Voador viveu momentos de pura histeria.

Tal idolatria só aumenta a curiosidade alheia em relação a como serão os shows do Los Hermanos no mesmo festival, que terá Radiohead e Kraftwerk, em março, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Por: Vitor Diniz
Fotos: Luciana Oliveira
Fonte: Pop Mix/Uol

Nenhum comentário: