sexta-feira, 31 de julho de 2009

Com música inédita, Madonna mostra prévia de próximo disco

Redação Central - A cantora norte-americana Madonna, que está em turnê pela Europa, lança nesta sexta-feira (31) "Celebration", música inédita que dará nome a seu álbum de grandes sucessos, co-produzido por Paul Oakenfold e que sairá ao público em 29 de setembro.

Segundo a Warner Music, essa primeira compilação de Madonna será editada em formato de CD, DVD duplo e álbum digital e conterá todos seus sucessos desde o início dos anos 80 até seu álbum mais recente, "Hard Candy".

O DVD incluirá seus melhores videoclipes, alguns inéditos, e "Celebration", rodado junto ao diretor Jonas Akerlund, com quem realizou o emblemático "Ray of Light".

A artista concluirá a turnê Sticky & Sweet em Tel Aviv (Israel) em setembro, após percorrer várias cidades europeias, incluindo algumas que nunca antes tinha visitado, como Marselha, Hamburgo, Talin, Oslo e Helsinque.

Fonte: Agência EFE/Uol

Festival de Inverno Bahia 2009 - “Ensaios do Festival”


Vai começar nesta sexta, 31, o aquecimento para o maior evento pop-rock da Bahia

Há pouco mais de vinte dias para o Festival de Inverno Bahia 2009, o público já começou a vivenciar o clima da maior festa baiana do tipo com as blitz realizadas aos sábados na Praça do Gil. E para deixar o público ainda mais em sintonia com o evento, a organização promove, a partir desta sexta, 31, até uma semana antes do festival, o projeto “Ensaios do Festival” que contará com o show da banda Abadaba numa versão acústica.

A entrada para o “Ensaios do Festival” é franca. O show de hoje começa às 20h30 e será promovido no Fuso Horário Lounge Bar, situado na rua João Abushidid, 243. Na próxima sexta, 7, o evento será realizado no Boca de Forno, no mesmo horário. Para finalizar, no dia 14 o “Ensaios do Festival” volta a ser realizado no Fuso Horário, em horário a ser definido.

Com um show neste mesmo formato, a banda Abadaba será uma das atrações exclusivas para aquelas pessoas que optarem por curtir o festival de um dos locais mais bonitos e badalados da festa, o Camarote Sonho de Valsa. Inclusive, estão a venda o passaporte e o ingresso avulso para o camarote na Loja Oficial do festival (Shopping Conquista Sul), Loja Ô de Casa (Rua Siqueira Campos, 645, Recreio), Loja Empório Collection (Praça Tancredo Neves, 21 ou 30, Centro) e pelo site do festival.

Por Monik Milany
Agência vOceve Multicomunicação

Black Eyed Peas alcança recorde na parada de sucessos dos EUA

O grupo Black Eyed Peas estabeleceu o período mais longo e consecutivo de um dueto ou grupo no número 1 da parada de sucessos nos 51 anos de história da parada Billboard Hot 100.

"I Gotta Felling" alcançou na quinta-feira (30) a 5ª semana consecutiva no número 1, após a banda ter ficado 12 semanas no topo com "Boom Boom Pow". As duas músicas são do recente álbum do grupo de hip-hop, "The E.N.D.".

O recorde anterior era do Boyz II Men, que ficou 16 semanas seguidas no topo das paradas por duas vezes nos anos 1990.

Depois de "I Gotta Feeling", "Best I Ever Had", de Drake, manteve o 2º lugar, e "Knock You Down", de Keri Hilson, com Kanye West e Ne-Yo, subiu para a 3ª posição.

"You Belong With Me", de Taylor Swift, caiu para o número 4, e a música "Use Somebody", do grupo de rock Kings of Leon, subiu do 6º para o 5º lugar.

"Fire Burning", de Sean Kingston, caiu um lugar para o número 6, "Boom Boom Pow", também do Black Eyed Peas, caiu uma posição para o 7º lugar, e "Lovegame", de Lady GaGa, da mesma forma caiu um lugar, agora na 8ª colocação. "Waking Up in Vegas", de Katy Perry, subiu um lugar, para 9º.

"Battlefield", de Jordin Sparks, subiu 15 posições para o 10º lugar, um dia após seu álbum de mesmo nome ter estreado no 7º lugar na Billboard 200, com vendas decepcionantes de apenas 48 mil cópias.

da Reuters, em Los Angeles/Folha Online

Men At Work é acusado de plágio pelo hit "Down Under", de 1983

Vinte e seis anos depois de estourar mundialmente com o hit "Down Under", os australianos do Men At Work são agora acusados de plagiar uma canção originalmente escrita para o movimento Girl Guides (Movimento das Meninas Guias). O semanário britânico New Music Express disse que o processo foi aberto pela Larrikin Music contra as gravadoras Sony/BMG e EMI por violação de direitos autorais.

Segundo a Larrikin Music, "Down Under" traz semelhanças com a tradicional cantiga infantil australiana "Kookaburra Sits in the Old Gum Tree", que teria sido composta por Marion Sinclair em 1934 para o Girl Guides.

A briga pelos royalties da música já corre desde 2007, mas só agora a corte australiana determinou que os direitos pertencem à Larrikin Music, dando poder à gravadora no andamento do processo. Segundo a Billboard, a Larrikin alega ter comprado os direitos de "Kookaburra" depois da morte de Sinclair, em 1988.

"Down Under" foi lançada pelo Men At Work em 1981, no disco "Business as Usual", mas só em 1983 alcançou o primeiro lugar das paradas da Austrália, Estados Unidos e Reino Unido.

Fonte: Uol

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Festival de Inverno Bahia 2009 - Tenda Alternativa mostra a força do espaço em divulgar novos e talentosos nomes do cenário estadual

Diversas são as ferramentas que artistas, projetos e bandas dispõem na era digital para propagarem seus nomes e suas sonoridades. Do My Space, Youtube e estúdios montados em casa, servindo de ponte para divulgação entre amigos, conhecidos e outras fontes, passando pelos famigerados blogs e sites especializados, até os tradicionais veículos de mídia, como revistas, rádios e programas de TV. A boa indicação também tem valido neste pequeno grande universo.

Mas nada como o palco para provar a força da nova geração de músicos que surgem hoje e já estouram amanhã. É a performance ao vivo que aglutina os primeiros fãs, alcança um segundo e terceiro grupos de seguidores e desperta os olheiros de plantão, antenados pra darem furo ao próximo nome que vai explodir no cenário. Este é o cerne de toda a rede da música independente.

Entendendo a força de um espaço direcionado para servir de vitrine para os novos nomes, sobretudo do cenário estadual, o Festival de Inverno Bahia, que acontece entre os dias 21, 22 e 23 de agosto, após o fechamento da grade do Palco Principal, divulga e direciona os holofotes do evento para aqueles possíveis candidatos a novos hits do ano. Do under para o ground, foi assim que bandas como a inusitada Princípio Ativo, por exemplo, garimpou, há três anos, neste mesmo festival, meia página de crítica elogiosa na extinta revista Bizz.

Representando o estado e sublinhando o evento como mostruário musical do que já está sendo aplaudido em outras praças alternativas, os projetos soteropolitanos Formidável Família Musical – que coleciona diversos fãs em Vitória da Conquista e em vários cantos do país com sua melodia flower power –, Aguarraz (mix poderoso de pop, rock, bossa nova, jazz e blues) e o impagável e performático músico e ator baiano Zéu Britto são atrações do espaço que dá ao festival um foco sobre as novas promessas da música brasileira.

Desejando um reflexo tão positivo e completando a grade, as atrações de Conquista também calcam seu lugar ao sol, como a Excalibur, já conhecida da cena pop rock da cidade há anos; a Ramanaia, que reúne os remanescentes das principais bandas da cena reggae conquistense de 2007; e a novíssima e curiosa Ladrões de Vinil, que já faz shows disputados nos espaços da terra baiana do frio com sua mistura de rock ao estilo 60’s e outros temperos sugados da música brasileira. No mesmo rastro, os DJs Tony, Trindade e Robertinho defendem as vertentes da música eletrônica e posicionam o gênero como um dos mais pedidos no evento, numa representação do forte comportamento raver que existe na cidade.

No fim de todas as contas do cenário independente, vale lembrar que foi do underground que surgiram nomes como Skank, Titãs, Marcelo D2 e Biquini Cavadão.

O Festival de Inverno Bahia 2009 é um evento realizado pela TV Sudoeste, afiliada da Rede Bahia/Rede Globo, e Icontent, empresa de entretenimento da Rede Bahia. Para ver a grade de todos os espaços do festival, acesse: www.festivaldeinvernobahia.com.br.

Por Marco Antonio J. Melo
Agência vOceve Multicomunicação

Pearl Jam lança "caça ao tesouro" online

Internautas devem achar nove imagens do disco Backspacer para ganhar download da faixa "Speed of Sound"

Em campanha para divulgar Backspacer, novo disco de estúdio, o Pearl Jam iniciou uma "caça ao tesouro" na internet. A banda espalhou pela rede nove imagens da arte do álbum pela internet - quem encontrar todas, ganha o download gratuito da faixa "Speed of Sound".

Assinada pelo cartunista Tom Tomorrow, a arte do disco deve ser agrupada no site oficial da banda para que o "prêmio" seja conquistado. Cada figura foi publicada em um determinado site, sendo um deles o blog Rock Daily da edição online da Rolling Stone EUA.

"A colaboração artística entre Tom Tomorrow e a banda para este álbum é tão persuasiva que sentimos que ela merecia uma galeria de demonstração online própria", afirmou Tim Bierman, gerente do Ten Club (rede de membros do site do grupo), à RS EUA.

Para adquirir a imagem encontrada, basta clicar sobre a mesma e o internauta será levado automaticamente à página onde as nove peças devem estar. No mesmo endereço, o primeiro single de Backspacer, "The Fixer", foi colocado para streaming - a faixa também está no MySpace do grupo.

Produzido por Brendan O'Brien, que trabalhou com o Pearl Jam no disco Yield, de 1998, o nono álbum de estúdio do grupo estará nas lojas no dia 20 de setembro, mas já está em caráter de pré-venda para membros do Ten Club.

A turnê de Backspacer começa em 21 de agosto em Toronto, Canadá.

Fonte: Rolling Stone

Pitty divulga faixa 'Todos estão mudos' na internet

Música faz parte do terceiro álbum da artista, 'Chiaroscuro'. Trabalho chega às lojas em diversos formatos no dia 11 de agosto.

Depois de lançar o single "Me adora", a cantora Pitty postou em seu site mais uma faixa de seu terceiro álbum de estúdio, “Chiaroscuro”.



A música “Todos estão mudos", que encerra o disco, já pode ser ouvida no site "256 tons de cinza".

"Chiaroscuro" sai no dia 11 de agosto em diversos formatos, incluindo vinil, pela Deckdisc.

Segundo a gravadora, o nome do disco define todo o conceito do projeto. Palavra italiana para “claro e escuro”, chiaroscuro é também uma das técnicas de pintura de Leonardo Da Vinci.

Ainda de acordo com a gravadora, as 11 faixas do disco têm influências como soul, tango, bolero e até música erudita. “A idéia era mesmo caminhar por outros terrenos”, disse a cantora em comunicado à imprensa.

Produzido por Rafael Ramos,”Chiaroscuro” foi gravado no Estúdio Madeira, em São Paulo, mixado no estúdio Tambor e masterizado por Bernie Grundman (Neil Young, Michael Jackson, Dead Kennedys, Beck, entre outros), em Los Angeles.

Fonte: G1

Avril Lavigne prepara álbum "mais maduro e acústico"

Quarto disco da canadense sai em novembro e deve maneirar no uso dos arranjos de pop-rock; "Black Star", possível carro-chefe do álbum, é tema de perfume lançado pela cantora

Consagrada por hits teen como "Complicated" e "Sk8er Boy", Avril Lavigne mira na maturidade no que será seu quarto álbum de estúdio, previsto para novembro.

Para começo de conversa, os arranjos pop-rock estarão fora de cena, ou ao menos vão aparecer em doses bem menos generosas. "Muitas das canções são basicamente o acústico e meu vocal", a canadense de 24 anos contou à revista Billboard. A diferença não passará despercebida, garantiu. "É bem distinto de tudo o que fiz antes. Não é um álbum de pop-rock. É mais sobre emoção e sentimento."

A cantora já havia ensaiado rompantes acústicos em trabalhos anteriores, mas refrões e acordes regados a pop-rock acabavam sempre levando a melhor sobre o som. O lado "maduro" veio à tona quando ela gravou a metade single, metade jingle "Black Star", para fragância que lançou, recentemente, com o mesmo nome.

Ainda sem título, o sucessor de The Best Damn Thing (2007) ganhou produção de Deryck Whibley, marido da cantora e frontman da Sum 41, banda nativa da cena roqueira do Canadá. Ele esteve por trás de oito das 12 faixas do trabalho, muitas delas escritas por Lavigne. Apesar do desejo por novos ares, a artista convocou antigos colaboradores: Evan Taubenfield, guitarrista norte-americano com passagem por sua banda, e Butch Walker, coautor do hit de 2004 "My Happy Ending".

Para alcançar a tal maturidade, Lavigne teve que recorrer a seu passado: muitas das novas músicas foram escritas quando ela era adolescente (o que não faz tanto tempo assim, afinal). "Sempre tive material, mas algumas pessoas com quem eu trabalhava não ligavam de verdade para isso, porque elas queriam escrever a parada." O discurso que imperava, segundo Lavigne, era algo do tipo "sossega o facho". "Algumas pessoas agiam como, 'ah, tanto faz. Você é apenas uma garotinha. Sabe de qualquer coisa?'. [Agora] sei como [as coisas] funcionam", afirmou. "É meu quarto álbum. Não é ciência de foguete."

"Darlin'", por exemplo, foi composta quando a cantora tinha apenas 15 anos - ou seja, uma garota que só deslancharia três anos depois, com o disco de estreia, Let Go, de 2002. "Provavelmente, é a segunda canção que escrevi [na vida]. Estava tentando descobrir tudo." Na letra de "Everybody Hurts", também no tracklist da nova realização, ela explica que "é OK ter medo". A cantora descreve a faixa como "diferente... mas não diferente a ponto de me afastar de quem sou e do que sou".

Lavigne também leva o crédito como estilista (desde 2008, assina a linha Abbey Dawn, vendida em lojas norte-americanas) e atriz (participou de produções como Com o Pé na Estrada e Nação Fast Food).

Para a turnê que irá promover o próximo álbum, ela faz questão de dar mais uma prova das mudanças em seu estilo musical: não levará dançarinos ao palco. Tampouco apostará em megaproduções. No lugar, promete optar por "teatros cool" para turnê nos EUA". Explica, Lavigne: "Sinto que isso combina mais com o álbum. Estou pronta para ir lá e apenas relaxar e cantar".

Fonte: Rolling Stone

Turnê do Linkin Park na Europa contagia público suíço

Em turnê por diversos países na Europa, o Linkin Park se apresentou na noite dessa terça-feira (28) no Hallenstadion, em Zurique, na Suíça.

Com um show de 80 minutos, a banda liderada por Chester Bennington ganhou alguns elogios da imprensa local. "Ao som que se propõe a fazer, os californianos do Linkin Park fazem brilhantemente", diz uma resenha publicada no jornal Basler Zeitung.

A série de shows dos americanos ainda passa pela Dinamarca, Reino Unido, Portugal e depois segue para dois shows no Japão, em agosto.

Fonte: Terra

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Backstreet Boys prometem novo álbum para outubro

'This is us' marca a volta da boy band que fez sucesso nos anos 90.
Single 'Straight through my heart' pode ser ouvido no MySpace.

O grupo Backstreet Boys, de grande sucesso no final dos anos 90 e começo desta década, lançará nos Estados Unidos seu novo álbum, "This is us", em 6 de outubro, com a gravadora Jive Records.

A revista "Billboard" anunciou nesta terça-feira (28) que o primeiro single do álbum, "Straight through my heart", já pode ser ouvido nas emissoras de rádio e na página do grupo no MySpace.

O disco, de 11 canções, é a continuação de "Unbreakable" (2007), que vendeu 1,7 milhão de cópias no mundo todo, mas apenas 150 mil nos Estados Unidos.

Todos os membros do grupo (Nick Carter, Howie Dorough, Brian Littrell e AJ McLean) contribuíram nas tarefas de composição e produção do álbum, que inclui temas como "Bigger", "Bye Bye Love" ou "She's a Dream".

"Procuramos subir a marca tão alto como seja possível", disse Dorough à publicação. "Sempre fomos um grupo de pop e R&B. Centramos nossas canções em boas melodias e esperamos manter esse poder", acrescentou.

Os Backstreet Boys venderam mais de 76 milhões de discos em uma carreira de mais de uma década.

"Acho que cada artista que quer permanecer na indústria durante um tempo tem que passar por uma transição", comentou Dorough.

"Alguns discos são maiores que outros. Sempre vão lhe comparar com seu maior sucesso. A única coisa que pode fazer é tentar fazer o melhor trabalho possível", acrescentou.

Fonte: Agencia EFE/G1

Álbuns de Mariah Carey, Diddy e Lil Wayne serão adiados

'Agora é hora de Jay-Z e Drake', justificou o rapper Sean 'Diddy' Combs.
Single de Mariah está no 11º lugar da lista Billboard Hot 100 esta semana.

Alguns dos álbuns mais ansiosamente aguardados do verão americano tiveram seu lançamento adiado. Entre eles estão "Memoirs of an imperfect angel", de Mariah Carey, "Last train to Paris", de Sean "Diddy" Combs, e o álbum de rock "Rebirth", de Lil Wayne.

Previsto inicialmente para ser lançado em 25 de agosto pela Island Def Jam, "Memoirs", de Mariah Carey, agora deve sair em 15 de setembro, segundo o site da Universal Music Group. O novo single da cantora, "Obsessed", está no 11º lugar da lista Billboard Hot 100 esta semana.

Em entrevista à MTV News transmitida na semana passada, Combs falou que seu projeto foi adiado em parte porque "agora é hora de Jay-Z e Drake - curta esses caras. Mas 'Train' está chegando", ele avisou. "Compre sua passagem para esse trem, porque você não vai querer ficar de fora."

O assessor publicitário do selo de Lil Wayne confirmou para a "Billboard.com" que o lançamento de "Rebirth" foi adiado. A primeira previsão para o lançamento tinha sido 23 de junho. Ainda não foi informada uma nova data.

Enquanto isso, o bastante aguardado retorno da cantora Amerie, "In love and war", inicialmente previsto para chegar às lojas em 11 de agosto, agora estará disponível a partir de 8 de setembro. O single principal do álbum, "Why R U", chegou à 62ª posição na parada de canções Hot R'n'B/Hip Hop na semana que terminou em 26 de julho.

Fonte: Reuters/G1

terça-feira, 28 de julho de 2009

Festival de Inverno Bahia 2009 - Atrações Palco Principal

(Clique na imagem para ampliar)

Festival de Inverno Bahia 2009 - Atrações Tenda Alternativa

Festival de Inverno Bahia 2009 - Atrações Barracão Universitário

Zélia Duncan estreia show de novo disco

A cantora e compositora Zélia Duncan apresentará o show de estreia de seu novo álbum, "Pelo Sabor do Gesto", lançado pela Universal Music, na próxima sexta-feira, dia 31 de julho e sábado, dia 1 de agosto.

As duas apresentações acontecem no Citibank Hall, a partir de 22h. O repertório do novo conta com as músicas "Tudo sobre você", "Nem Tudo", "Aberto" e "Os Dentes Brancos do Mundo", todas do novo álbum.

A cantora também incluirá no set list "Flores" e "Intimidade", canções que não canta há muito tempo em suas apresentações.

Zélia Ducan é presença confirmada no Festival de Inverno Bahia 2009 em Vitória da Conquista - Bahia de 21 à 23 de Agosto.

Informações: www.festivaldeinvernobahia.com.br


Fonte: Kboing

Site confirma três shows de Paul McCartney no Brasil em 2010

Song Kick, página britânica que vende ingressos de shows, aponta apresentações do ex-beatle em abril de 2010 em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília; ainda não há confirmação oficial

Paul McCartney deve fazer três apresentações no Brasil em abril de 2010, informa o site britânico Song Kick. A página, que vende ingressos para shows, informa que Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília fazem parte do itinerário da provável última turnê mundial do ex-beatle.

O veículo afirma que os shows irão acontecer nos dias 16, no Estádio do Maracanã (RJ), 18, no Estádio do Morumbi (SP), e 21, na Esplanada dos Ministérios (DF). A informação bate com nota divulgada pelo jornalista Lauro Jardim em meados do último mês de junho: em sua coluna no site da revista Veja, Jardim afirmou que Macca estaria confirmado no aniversário de 50 anos de Brasília, exatamente em 21 de abril do ano que vem.

Nenhuma produtora brasileira se pronunciou a respeito dos shows - também não há informações no site oficial do artista. Caso seja confirmada, essa será a terceira passagem de McCartney pelo Brasil: ele se apresentou no Rio de Janeiro, em 1990, e em São Paulo e Curitiba, em 1993.

Fonte: Rolling Stone

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Festival de Inverno Bahia 2009 - Novas atrações e valores são os destaques da semana


Para quem achava que a grade do palco principal do Festival de Inverno Bahia 2009 já estava fechada, a organização trabalha com novas surpresas! Mais duas grandes atrações estão confirmadas para subir ao palco principal e sacudirem o Parque de Exposições Teopompo de Almeida, entre os dias 21 e 23 de agosto: Zélia Duncan e Teatro Mágico.

Zélia, mais suave, romântica, madura, com uma série de canções emblemáticas em sua carreira, e, como ela mesma se define, “recomeçando”, traz para Conquista os hits do seu novo álbum “Pelo Sabor do Gesto”, preenchido de versões, releituras e parcerias com músicos como Zeca Baleiro (que já esteve no festival) e Chico César. Alguns dos consagrados sucessos da cantora também estarão no repertório, como “Catedral”, “Alma”, “Quase Sem Querer”, “Enquanto Durmo”, “Imorais”, “Por Enquanto” e muitas outras.

Já a companhia artística Teatro Mágico leva para o palco principal, não apenas um conceito de arte, mas também o debate em favor da música livre e da pirataria saudável. O show deles foi eleito, por um dos maiores jornais do país, como o melhor da atualidade no Brasil. A trupe foi, também, a banda mais solicitada pelo público para o festival, por meio de sites de relacionamentos e outras mídias da rede.

Ao todo, o palco principal contará com 11 atrações! Confira os dias em que cada uma delas irá se apresentar:

Sexta

Mart’nália
Zélia Duncan
Natiruts
Teatro Mágico

Sábado

Moinho
Titãs
Carlinhos Brown
D2

Domingo

Mallu Magalhães
Skank
Biquini Cavadão

Confira também os novos valores dos ingressos, divulgados no último domingo, 25:

Valores

- Pista (inteira): R$ 58,00 (por dia)
- Pista (meia): R$ 26,00 (por dia)
- Passaporte/Pista (inteira): R$ 126,00 (para os três dias)
- Passaporte/Pista (meia): R$ 63,00
- Camarote: R$ 94,00 (por dia)
- Passaporte/Camarote: R$ 246,00 (para os três dias)

Formas de pagamento

- Pista inteira: em 2 vezes
- Pista meia: somente em 1 vez
- Passaporte/pista (inteira): em 4 vezes
- Passaporte/pista (meia): em 2 vezes
- Camarote (dia) inteira: em 2 vezes
- Camarote (passaporte) inteira: em 4 vezes

Atenção! As compras acima de R$150,00 também podem ser parceladas em 4 vezes. Consulte os pontos de vendas no link “Compre seu ingresso” no site www.festivaldeinvernobahia.com.br.

Dani Lasalvia, dia 31 de julho em Conquista

A cantora, compositora e violonista Dani Lasalvia dá continuidade à temporada de lançamento de seu primeiro CD (duplo), Madregaia. No repertório, a artista mostra algumas canções próprias e músicas de outros compositores como Jean Garfunkel e Lony Rosa (Tietê Meu Rio), Daniel Sanches (Água de Mani), Edvaldo Santana (Variante), Geraldo Espíndola (Kikyô), Edu Santana e Juca Novaes (Samba das Índias), Heitor Villa-Lobos (Melodia Sentimental), Chico Buarque e Vinícius de Moraes (Valsinha) e Chico César (Feixe), entre outras.O resultado é uma seleção variada com influência da world music e da música regional brasileira, uma das conseqüências de sua parceria com o multi-instrumentista Dércio Marques, que assina a direção artística do álbum. A paulista Dani Lasalvia, 33 anos, estudou piano (dos sete aos 15 anos); canto lírico, percussão vocal e corporal e violão. Passou uma temporada em Moscou para aperfeiçoamento em canto lírico, no Conservatório Tchaikovsky. Voltando ao Brasil, focou seu trabalho em canto popular. A cantora faz apresentação unica no auditório da sacramentinas no próximo dia 31 de Julho, ás 21h e terá a participação especial do maestro conquistense João Omar.

Show: Dani Lasalvia - Madregaia
Onde: Auditória da Sacramentinas
Quando: 31/Julho/09
Horas: 21h
Ingressos na Tropicália Discos (Rua Ernesto Dantas)

Deep Purple faz show memorável em ruínas romanas no Líbano


Beirute, 26 jul (EFE).- A banda britânica de rock Deep Purple empolgou o público que compareceu ao show realizado neste sábado entre as ruínas romanas de Baalbeck e junto a uma exposição que mostra as "façanhas" do Hisbolá.

No marco do Festival Internacional de Baalbeck, o grupo, formado no final dos anos 60, fez uma apresentação de mais de uma hora e meia sem intervalo e causou delírio entre os espectadores, a maioria jovens e adolescentes.

A cidade de Baalbeck, erguida originalmente pelos fenícios em honra do deus da chuva e da fecundidade, foi um dos principais assentamentos romanos na região e atualmente é um dos conjuntos monumentais mais bem conservados do mundo.

No verão libanês o festival faz sucesso. Esta edição inclui uma exposição das imagens sobre as atuações da resistência islâmica, o braço armado do Hisbolá, o grupo xiita libanês, sobretudo durante o conflito com Israel em 2006.

Fonte:Agência EFE/Uol

sexta-feira, 24 de julho de 2009

U2 e Springsteen tocarão em aniversário do Hall da Fama do Rock

Bruce Springsteen, U2, Paul Simon e outras lendas do rock vão se reunir em outubro em dois shows de um evento beneficente para comemorar o 25º aniversário do Hall da Fama do Rock and Roll.

Os shows, nos dias 29 e 30 de outubro no Madison Square Garden, em Nova York, percorrerão a história do rock, do soul ao hard rock, e contarão ainda com Eric Clapton, Aretha Franklin, Stevie Wonder e Metallica, com a promessa de incluir mais astros convidados e colaborações.

Simon e Garfunkel vão se apresentar juntos no palco, assim como Crosby, Stills, Nash & Friends. A renda dos espetáculos ajudará a arrecadar dinheiro para um fundo permanente para a Fundação e o Museu do Hall da Fama do Rock and Roll, criado pelo fundador da Atlantic Records, Ahmet Ertegun.

"Vinte e cinco anos atrás Ahmet Ertegun criou essa fundação para reconhecer e celebrar a música e a carreira de artistas cuja música ajudou a moldar e definir nossa geração", disse Jann Wenner, presidente da Fundação Hall da Fama do Rock and Roll.

"Esses concertos históricos são programados para celebrar os artistas e a sua música." Os ingressos começarão a ser vendidos ao público no dia 3 de agosto.

Fonte: Reuters/Terra

Michael Jackson deixa o primeiro lugar das paradas dos EUA

Banda de ex-“American idol” ficou no topo dos discos mais vendidos.
‘Number ones’ de Jackson permaneceu três semanas no primeiro lugar.

Depois de um reinado breve no primeiro lugar das paradas norte-americanas logo após a sua morte no dia 25 de junho, Michael Jackson deixa o topo da Billboard. No seu lugar, entra a banda Daughtry, liderada pelo cantor revelado no programa de TV “American idol” Chris Daughtry, com o recém lançado disco “Leave this town”, que vendeu 269 mil cópias nos EUA na sua semana de estreia.

O recuo de Jackson é pequeno – a sua coletânea “Number ones”, que permaneceu por três semanas no topo da parada de vendas totais de álbuns dos EUA caiu para o segundo lugar, e ele ainda permanece com seis títulos entre os dez mais vendidos, incluindo os álbuns “Bad”, “Thriller” e “Off the wall”.

Não é a primeira vez que Daughtry chega ao topo da Billboeard. O autointitulado álbum de estreia do grupo liderou as paradas por duas semanas em 2006, vendendo mais de quatro milhões de cópias no total.

Fonte: G1

Morrissey homenageia Jean Charles em show na Inglaterra

Morte de brasileiro fez quatro anos nesta quarta (22).
Cantor disse que nunca se esquecerá do episódio.

O cantor Morrissey, ex-vocalista da banda The Smiths, homenageou em seu show nesta quarta-feira (22) na O2 Brixton Academy, em Londres, o brasileiro Jean Charles de Menezes, morto pela polícia antiterrorismo de Londres em 2005.

Segundo o semanário inglês “NME”, Morrissey prestou sua homenagem antes de tocar a música “Irish blood, English heart”, do disco “You are the quarry”, de 2004. “Jean Charles de Menezes, nós nunca esqueceremos, nós nunca esqueceremos”, disse o cantor.

Na quarta-feira (22) a morte de Jean Charles fez quatro anos, e parentes e amigos se reuniram para pedir a construção de um memorial para o brasileiro no local onde ele foi morto.

Morrissey, que abriu o show com “This charming man”, clássico dos Smiths, também aproveitou a noite para reclamar da crítica inglesa – mais especificamente do “The Times”, que publicou uma resenha desfavorável de um show recente seu.

“A crítica disse que eu tinha sido ofensivo sem explicar como ou por quê, e é por isso que o jornalismo musical está cheio de chatos de galochas”, disse, antes de tocar “The world is full of crashing bores”.

Fonte: G1

Gravadora divulga capa do novo trabalho de Madonna

Coletânea 'Celebration' será lançada no dia 28 de setembro.
Disco inclui duas músicas inéditas gravadas em Nova York.

A gravadora Warner divulgou nesta quinta-feira (23) a capa do novo trabalho de Madonna. A coletânea "Celebration", que reúne canções remasterizadas selecionadas pela própria rainha do pop e seus fãs, será lançada no dia 28 de setembro nos Estados Unidos e dia 29 no resto do mundo.

Segundo o site oficial da artista, "Everybody”, “Express yourself”, “Vogue” e “4 minutes" estão entre as faixas que compõem o repertório. Na ocasião será lançado também um DVD com videoclipes. A capa do álbum foi criada pelo artista pop conhecido como “Mr. Brainwash”.

O disco deve incluir ainda duas novas músicas de Madonna gravadas recentemente em Nova York. O primeiro single, intitulado "Celebration", co-produzido pela cantora em parceria com o DJ Paul Oakenfold, chega às lojas no dia 3 de agosto.

O clipe da canção, que também estará no DVD, foi rodado em Milão, na Itália, com direção de Jonas Akerlund, colaborador de longa data da artista.

Fonte: G1

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Kleiton & Kledir lançam repertório inédito em DVD

Dupla que fez sucesso na década de 80, Kleiton & Kledir voltam a apresentar repertório inédito no projeto Autoretrato. Lançado em DVD e CD pela Som Livre em parceria com o Canal Brasil, o álbum retoma a linha dos melhores trabalhos da dupla gaúcha. Os irmãos assinam sozinhos as treze composições e provam que a inspiração não se esgotou.

Em crise o mercado procura novas fórmulas. O casamento do áudio com o visual é certo, e a internet é um poderoso alicerce. Nessa busca, Kleiton & Kledir conceberam um programa interessante: misturam documentário com clips simples, e ainda oferecem material extra no site e presença marcada em diversas comunidades virtuais.

O programa, dirigido por Edson Erdmann, tem trechos ensaiados, depoimentos, ensaios e muitas cenas de estúdio. Cada faixa ganha uma ambientação e uma linguagem própria. Pode ser no cenário, na edição, nos efeitos e até nos grafites eletrônicos. Tudo muito simples, baseado em boas idéias para boas canções. Independente, viram clips simpáticos. No conjunto, um novo conceito de álbum de inéditas.

Primeiro trabalho de inéditas em 23 anos, Autoretrato vai além da piada e do bom programa televisivo. Com produção musical assinada pelo inglês Paul Ralphes, as músicas têm inspiração para garantir o interesse. Como na curiosa Eva, em que os irmãos partem da homenagem pré-pecado original para desfilar uma interminável lista de nomes de mulheres. Petisco nos extras do DVD e no site da dupla, o grupo As Chicas foi convocado para gravar a mesma música na visão feminina, Adão. Kleiton & Kledir também brincam com a tradição inventando a Polca louca, A dança do sol e da lua e homenageando a cidade natal em Pelotas. As eternas canções românticas voltam em História de amor e Só liguei.

A faixa que batiza o trabalho expõe as diferenças pessoais que se encontram no refrão: "Coisa boa é um amigo". Essa música dá o tom do trabalho, que destaca a relação dos irmãos e parceiros musicais. Personalidades que se confundem na identidade da dupla. "Eu sou o Kleiton, mas podem me chamar de Kledir", confundem no final do programa. "O meu nome é Kleiton e Kledir; pelo menos é assim que me chamam na rua", explica Kledir antes de apresentar a equipe em créditos com toque de personalidade muito bem humorados.

Mesmo que o repertório seja bom e sustente, o DVD continua mais interessante que o CD. À vontade e simpáticos, Kleiton & Kledir formataram um esquema especial para manter o interesse do espectador durante todo o programa e passar por músicas novas de maneira criativa. Afiados na sintonia, é como se o hiato de 23 anos não tivesse existido.

Por Beto Feitosa
Fonte: Ziriguidum/Uol

Registro histórico de Gonzaguinha em 81 vai virar DVD

Um especial gravado para a TV com o compositor Gonzaguinha em 1981, será lançado em agosto. Em parceria com a Globo Marcas, a EMI preparou o DVD, que teve seu áudio e vídeo restaurados, chamado Luiz Gonzaga do Nascimento Junior.

Dirigido por Daniel Filho, o registro faz parte da série Grande nomes e ainda contou com a participação de Guto Graça Mello na direção musical. No total, são 45 minutos e 19 canções apresentadas no Teatro Fênix.

Uma das surpresas do DVD é o dueto A Vida do Viajante. Durante a canção Eu Apenas Queria Que Você Soubesse, Gonzaguinha convida seu pai, o lendário Luiz Gonzaga, para o palco. Juntos, pai e filho dançam e cantam abraçados.

Fonte: Terra

Depeche Mode cancela shows que faria no Brasil em outubro

Os dois shows que o Depeche Mode faria no Brasil em outubro foram cancelados pela banda. Uma nota no site oficial do grupo informa que eles precisaram reagendar apresentações na Europa e a suspensão se deve a questões de "logística". Apesar disso, outros shows na América do Sul continuam marcados.

No comunicado curto, Dave Gahan e seus companheiros pedem desculpas aos brasileiros pela notícia. O Depeche Mode se apresentaria no Rio de Janeiro, no dia 22 de outubro, e em São Paulo, no dia 24 --os ingressos ainda não estavam à venda. A banda não informou se serão agendados novos shows no país em uma outra data.

Nos últimos dois meses, a banda veio cancelando uma série de shows por causa de problemas com o vocalista Dave Gahan. Em maio, o grupo já havia deixado mais de cinco apresentações de fora da agenda quando o cantor foi internado por causa de uma gastroenterite. O vocalista foi operado de um tumor maligno na bexiga. A banda voltou aos palcos no dia 8 de junho na cidade alemã de Leipzig.

No ínicio de julho, o Depeche Mode precisou cancelar mais shows quando o cantor sofreu uma lesão no músculo da perna durante uma apresentação em Bilbao. O médico do vocalista aconselhou o cancelamento dos dois últimos shows da turnê europeia da banda, que seriam em Porto e em Sevilla.

O Depeche Mode ainda tem apresentações agendadas na Colômbia (10 de outubro), Peru (13), Chile (15) e Argentina (17).

Os shows que a banda apresenta atualmente é parte da turnê de divulgação do recém-lançado 12º disco do grupo, "The Sounds of The Universe". O álbum entrou no segundo lugar da parada britânica na semana de lançamento e esteve nas paradas de países como Alemanha, Itália, Suíça, Bélgica e México.

Fonte: Uol

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Única fábrica de discos de vinil brasileira voltará a funcionar este ano

Polysom, em Belford Roxo, poderá produzir cerca de 40 mil LPs por mês.
Álbum de estreia da Nação Zumbi faz 15 anos e ganha reedição em vinil.

O disco de vinil vai bombar no Brasil. A previsão é de João Augusto, novo dono da Polysom, única fábrica de LPs da América Latina. Localizada em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, ela ficou desativada até ser comprada pelo presidente da Deckdisc, no início deste ano. Prestes a voltar a funcionar, a empresa não tem vínculos com a gravadora e deve produzir 40 mil peças por mês, segundo ele contou ao G1.

“A Polysom é uma companhia inteiramente independente que vai atender a todas as gravadoras. A Deckdisc vai ser tão cliente dela quanto as outras gravadoras e os artistas independentes. Há uma gama muito grande de independentes que tem essa demanda por vinil”, diz João Augusto.

Fábrica vai voltar a fabricar discos de vinil em 2009. A foto mostra Carlinhos, dono da loja de LPs Disco 7, em São Paulo. (Foto: Daigo Oliva / G1)

Na era do MP3, disco de vinil recupera espaço entre os fãs de música

A data da conclusão da reforma, que começou em maio, depende de diversos fatores, mas a Polysom deve reabrir suas portas “ainda este ano, com certeza”. De acordo com o proprietário, a capacidade de produção será de 40 mil discos por mês. “Isso só no começo, depois pode aumentar. Acredito numa demanda alta porque já tem muitos interessados.”

Como não se fabrica mais maquinário para prensar discos de vinil, todo o equipamento da Polysom é reaproveitado. “Tudo está sendo recuperado, desde a mesa de corte até as prensas. A gente desmonta e troca várias peças, mas a carcaça é a mesma de décadas atrás.”

A Polysom vai vender o produto semi-acabado. Caberá às gravadoras colocar a capa, embalar e vender. O preço final também vai depender delas. “No que diz respeito ao custo de fabricação do vinil aqui, estou tentando fazer com que o preço seja duas vezes e meia menor do que lá fora”, diz João Augusto. “Vou conseguir fazer aqui um produto muito mais barato do que o que vem de fora. O problema do Brasil é que as taxas são muito altas.”

Nos Estados Unidos, as vendas de discos de vinil aumentaram 50% em relação ao ano passado, de acordo com dados divulgados pela Soundscan. Segundo a empresa, a estimativa é que sejam vendidos 2,8 milhões de LPs no país até o final do ano – esta é a marca mais alta desde que a Soundscan passou a acompanhar o setor, em 1991.

‘Da lama ao caos’ completa 15 anos e ganha reedição em vinil

A gravadora Sony acaba de lançar a série “Meu Primeiro Disco”, que traz de volta ao mercado álbuns históricos num formato de luxo em edição limitada. Cada exemplar contém o LP original com áudio remasterizado fabricado nos EUA e um CD.

A primeira edição do projeto reúne os trabalhos de estreia de Chico Science & Nação Zumbi, Vinícius Cantuária, Engenheiros do Hawaii, Inimigos do Rei e João Bosco. Serão 30 títulos ao todo, incluindo álbuns do Skank, Zé Ramalho, Sérgio Dias e Maria Bethânia. Cada disco custa em torno de R$ 150.

“‘Da lama ao caos’ é o primeiro e mais importante disco de nossa carreira”, diz Lúcio Maia, guitarrista da Nação Zumbi. “Ali estão as ideias de anos de expectativa por uma consolidação profissional. Tudo aconteceu da melhor maneira possível. Não imaginávamos que um dia o álbum seria tão importante para a música brasileira. Mudamos o conceito de ‘MPB é uma m..., o negócio é imitar gringo’”, reflete o músico, que só compra vinil.

“Não sei quantos LPs eu tenho, mas minha coleção tem de tudo. A maior parte de música brasileira, depois jazz, depois Jamaica, alguns de funk, outros de rock, vários do Fela Kuti, Hendrix, trilhas sonoras...”

Por Lígia Nogueira
Fonte: G1

terça-feira, 21 de julho de 2009

Mexicanos tentarão bater recorde com imitação de "Thriller"

México - Milhares de mexicanos tentarão entrar para o "Guinness World Records", o livro dos recordes, com uma imitação da coreografia de "Thriller", um dos maiores sucessos de Michael Jackson.

A dança coletiva acontecerá no Zócalo, a praça central da Cidade do México, no dia 29 de agosto, quando Michael, que morreu em 25 de junho, completaria 51 anos.

Fãs de todos os lugares estão sendo chamados por sites de relacionamento para participarem da homenagem ao cantor. "Estamos convocando todos os que queiram ajudar a alegrar um pouco mais a Cidade do México", disse o idealizador da iniciativa, Carlos Contreras Medrano.

Só no Facebook, já são 1.698 as pessoas que atenderam à convocação. "Este é um grupo para juntar pessoas que queiram mostrar que não só (o fotógrafo americano) Spencer Tunick consegue reunir tanta gente no Zócalo. Mas agora faremos a bela coreografia de 'Thriller', do finado Michael Jackson", diz uma mensagem postada por Medrano.

Em 6 de junho de 2007, Tunick conseguiu reunir cerca de 20 mil pessoas nuas numa sessão fotográfica na capital mexicana. Além de um grande número de dançarinos, Medrano ainda precisará juntar 38 mil pesos (US$ 2.860) para incluir a dança coletiva no "Guinness World Records".

Fonte: Agência EFE/Uol

Shakira prepara CD eletrônico para combater crise econômica

Preparando o lançamento de seu novo álbum, a cantora Shakira preparou uma nova estratégia. Com a crise econômica, a colombiana afirma que seu disco recebeu um direcionamento para uma sonoridade mais eletrônica.

"É um disco bem mais eletrônico. Focado na dança e para as pistas. Quero que as pessoas se divirtam e esqueçam os problemas, esqueçam a crise. Ao menos por um minuto enquanto ouvem a música", disse em entrevista à MTV americana.

Trabalhando com o Pharrell e Wyclef Jean como produtores, mais uma vez Shakira deve incorporar elementos de música colombiana, indiana, africana e outras influências exóticas.

"Você nunca sabe como será o produto final em um projeto criativo. No começo você está olhando para um projeto em branco e parece ser a coisa mais assustadora do mundo", explicou.

Previsto para ser lançado em outubro, o novo disco se chama She Wolf e é sucessor de Oral Fixation Vol. 2. Assim como seu antecessor, o álbum também deve ganhar uma versão em espanhol.

Fonte: Terra

Madonna se apresentará em Barcelona e fará videoclipe com fãs

BARCELONA, Espanha, 21 Jul 2009 (AFP) - Depois do cancelamento de seu show em Marselha, sul da França, pelo desabamento do cenário que matou dois técnicos, a cantora Madonna confirmou sua apresentação nesta terça no Estádio Olímpico de Barcelona, e informou que vai gravar um videoclipe com seus fãs.

No novo show da turnê "Sticky & Sweet Tour", Madonna vai apresentar seu novo álbum, "Hard candy", que incluirá uma homenagem ao recentemente falecido Michael Jackson.

A estrela pop convocou seus fãs por meio de seu site para um sorteio que dará direito a participar de um novo clipe e pediu que os selecionados compareçam "vestidos para impressionar" e com material antigo que tenham sobre ela.

Fonte: Agência EFE/Uol

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Ultraje a Rigor ensaia retorno e distribui músicas na internet

Olhando a trajetória que o grupo Ultraje a Rigor cumpriu nos últimos 25 anos, é possível dizer que banda esteve sempre ou muito adiantada, ou muito atrasada em relação ao mercado fonográfico.

A banda liderada por Roger Rocha Moreira lança agora o projeto 'Música esquisita a troco de nada', que oferece canções baixáveis gratuitamente no site www.reverbnation.com/ultrajearigor. Ao lado dos companheiros Mingau (baixo) e Bacalhau (bateria), Roger, guitarra e vocal, experimenta afinal fazer tudo sob suas próprias regras e seu próprio tempo.

"Nem sei dizer se esse trabalho vai gerar um disco, apesar de os fãs me dizerem que preferem o CD ao MP3", diz Roger.

O Ultraje disponibilizou no website um trio de canções inéditas: Amor (versão irônica de Amor, amor, amor, bolero de Gabriel Ruiz e Ricardo Lopes Mendez), a punk Vida de Bebê (cuja letra se resume a palavras como "mama, chupa, come, dorme, chora") e a brincalhona Nossa, que cabelo bonito!, feita para uma banda de adolescentes (Roger não diz o nome do grupo) que lhe encomendara uma canção inédita.

"Só que eles recusaram a música. Tinham uns cabelos esquisitos; é aquela coisa do cara que usa o corte de cabelo para se expressar, né? Mandei a música e eles não tiveram senso de humor".

Música esquisita não deixa de ter lá sua inspiração no Radiohead, que também desovou um álbum inédito de graça na internet, In Rainbows. Nos passos da banda inglesa, o Ultraje criou uma área no site do grupo para fãs que porventura queiram fazer uma contribuição para a banda em troca dos downloads.

"Mas acho que o pessoal fica constrangido de doar 50 centavos e nem deixa nada lá. Tive só duas doações, ambas de R$ 10. Mas faz parte do experimento, digamos assim", brinca Roger.

Passados quase 25 anos das 500 mil cópias da estreia Nós vamos invadir sua praia (1985), o Ultraje teve altos altíssimos e baixos abissais nas paradas. Optou por não lançar disco em 1986, ano em que, graças ao Plano Cruzado, várias bandas nacionais encostaram no milhão de cópias ou ultrapassaram essa marca. Passou anos sem conseguir lançar um disco ao vivo com todos os hits do grupo (e que, lançado finalmente em 1999 pela Deck, se chamou 18 anos sem tirar). Atacou, em entrevistas, as rádios que cobravam jabá bem na época em que emplacavam um hit atrás do outro; e experimentou o êxito na internet quando a rede ainda engatinhava.

"Em 1986, erramos no timing. Nem tínhamos tempo de compor. É engraçado, demoramos para sentir a coisa do tamanho que ela era", lembra Roger. "Montamos repertório aos poucos. Sempre me incomodou ter de lançar um LP por ano, compor 14 faixas e só duas ou três tocarem. Exigiram isso de nós, mas nunca conseguimos".

O grupo não tem mais contrato com nenhuma gravadora ,na Deck, última casa do Ultraje, lançaram três discos. Ainda assim, a Warner, primeira gravadora da banda, ainda lança muitos álbuns com o nome do grupo e fotos antigas na capa.

"Sempre saem coletâneas , quase com as mesmas músicas", reclama o cantor. "Gravamos nosso último disco lá, o Ó! (1993) com verba mínima. Quando gravamos o primeiro disco, ele vendeu 500 mil cópias mas me falaram que pode ter sido muito mais.

Ainda assim os fãs se renovam, com várias gerações nas plateias de seus shows.

"Outro dia até ouvi: "Dá um autógrafo para minha avó?", graceja o compositor.

Com mudanças de formação suficientes para confundir até o mais atento biógrafo, o Ultraje ganhou com o tempo uma cara mais de projeto do que de banda. Algo que Roger não chega a lamentar.

"Outro dia vi o Paralamas em close up (filme de Andrucha Waddington sobre a banda de Herbert Vianna) e lá mostrava aquela disposição que a gente tinha na juventude. Mas se fosse a mesma coisa hoje em dia, acharia chato. Não tenho saco para ir a mil festas, prefiro ficar em casa vendo TV", diz o cantor, que graças ao Twitter mantém contato com os amigos do rock.

"Leo Jaime, Kid Vinil e Evandro Mesquita estão lá. Quando vou a Brasília, sempre visito o Philippe Seabra (Plebe Rude) e o Digão (Raimundos). Fico surpreso de ver que tem gente nova que me admira, até em bandas que não são a minha praia, como Fresno e NX Zero".


Por Ricardo Schott
Fonte: Terra/JB Online

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Coldplay bate recorde de venda de discos pela internet

A banda britânica Coldplay se tornou a primeira a vender mais de um milhão de cópias da versão digital de um álbum nos Estados Unidos de acordo com pesquisa da Nielsen SoundScan.

A informação é do site especializado em música NME.

De acordo com o site, o Coldplay já vendeu mais de dois milhões de álbuns completos pelo mundo por meio da internet. Os números incluem os downloads dos quatro discos da banda, assim como um disco ao vivo e um EP.

A banda liderada por Chris Martin atualmente excursiona pela América de Norte para promover seu disco mais recente, "Viva La Vida".

Na próxima segunda-feira (20), o Coldplay estreia o clipe da música "Strawberry Swing" no site Babelgum.com. O vídeo mostra o vocalista Chris Martin como um super-herói de animação.

Fonte: Folha Online

Retrato de Michael Jackson por Warhol pode ser leiloado por até US$ 10 milhões

NOVA YORK, EUA, 16 Jul 2009 (AFP) - Um retrato de Michael Jackson feito em 1984 por Andy Warhol e colocado à venda por uma casa de leilões de East Hampton (nordeste de Nova York) despertou interesse fenomenal após a morte do rei do pop.

O quadro havia sido adquirido por menos de US$ 300 mil em maio deste ano em um leilão na Sotheby's, e o comprador decidiu vendê-lo depois do falecimento de Jackson, que morreu em consequência de uma parada cardíaca no dia 25 de junho.

O leilão foi marcado a princípio para o dia 12 de julho, mas o dono da galeria Vered Art, de Long Island, Janet Lehr, explicou à AFP que adiou a venda "por causa da enorme quantidade de pessoas que ligaram pedindo informações".

O leilão foi retomado nesta quinta-feira com o preço mínimo fixado em US$ 800 mil, mas a estimativa dos vendedores é que o preço final chegue a até US$ 10 milhões.

A venda será concluída no dia 18 de agosto.

A Vered Art afirma já ter recebido várias ofertas acima de um milhão de dólares.

"Estamos impressionados", disse Lehr.

O quadro, que tem 76,2 x 66 cm, é um dos principais retratos de Michael Jackson pintados por Warhol, segundo os venderores.

Lehr não revelou o nome do atual proprietário da obra, que a adquiriu por US$ 278.500 no dia 13 de maio na Sotheby's.

Fonte: AFP/Uol

Daniela Mercury estreia turnê "Canibália" em agosto em São Paulo

A cantora Daniela Mercury faz em São Paulo, nos dias 7 e 8 de agosto, no Citibank Hall, os shows de lançamento da turnê "Canibália". Os ingressos custam de R$ 50 a R$ 130 e já estão à venda.

No repertório estarão sucessos e canções como "Oyá por Nós", "Sol do Sul" e uma homenagem ao centenário de Carmem Miranda em "O Que é Que a Baiana Tem".

Depois de São Paulo, a turnê passará pelo Rio de Janeiro. O show "Canibália" será apresentado ainda em cinco cidades portuguesas antes de seguir para uma turnê latinoamericana.

Fonte: Uol

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Divulgada imagem do palco de Madonna que matou operário


A France 3, canal de TV estatal da França, divulgou imagens de parte da estrutura do palco da cantora Madonna que desabou nesta quinta-feira (16) e ocasionou a morte de um operário e deixou mais de seis feridos, em Marselha, na França.

O show, marcado para este domingo no Estádio Vélodrome de Marselha, faz parte da turnê Sticky and Sweet. Segundo a agência de notícia Reuters, os técnicos estavam montando o palco quando o acidente aconteceu.

Madonna que está na Itália, emitiu um comunicado dizendo que está abalada com o ocorrido. "Acabo de saber da notícia trágica e estou abalada. Minhas preces estão voltadas para os feridos e suas famílias, e expresso minha simpatia profunda por todos os envolvidos por esta notícia dilacerante", diz Madonna na nota tranmitida por Live Nation France, filial francesa da multinational que organiza seus espetáculos.

A turnê de Madonna pela Europa ainda prevê shows em Barcelona, Madri, Zaragoza, Hamburgo, Oslo e outras cidades.

Fonte: Terra

Divulgada canção inédita de Michael Jackson

Uma composição inédita de Michael Jackson, A Place with No Name, concebida para tornar-se grande sucesso nas rádios, foi divulgada nesta quinta-feira (16), três semanas depois da morte do Rei do Pop.

A Place with No Name (Um lugar sem nome, em tradução livre) é o título da canção, com extratos publicados nesta quinta-feira no site TMZ

Segundo o site, a letra e a música da canção fazem lembrar a melodia A Horse with No Name, lançada em 1971 pelo grupo America, que se considerou honrado em ter inspirado Michael Jackson.

"O grupo espera que a composição esteja logo disponível para ser apreciada por todos os admiradores de Michael", disse o representante do America, Jim Morey, que trabalhou com Jackson nos anos 80 e 90.

Ainda não se sabe sobre quando Michael Jackson fez a gravação, que diz em seu refão: "Oh, take me to a place with no name" (leve-me para um lugar sem nome), inspirada no gênero soul dos anos 70, que marcou a carreira do artista.

Na América Latina, Europa e Estados Unidos os discos mais emblemáticos de Jackson vêm batendo recordes de vendas; segundo relatório da Nielsen SoundScan da semana passada, no mercado americano foram vendidas 800.000 cópias de seus álbuns, duplicando a cifra da semana anterior, com quase 18% das compras feitas em formatos digitais.

Adeus ao rei do pop

Michael Jackson sofreu uma parada cardíaca no dia 25 de junho. O músico chegou a ser conduzido ao UCLA Medical Center, em Los Angeles, mas foi declarado morto às 14h26 (18h26 em Brasília). Especula-se que o músico possa ter sofrido um enfarto em decorrência do uso excessivo de medicamentos, mas os resultados dos testes toxicológicos da necropsia realizada no corpo só devem ser divulgados em agosto. Jackson será velado no ginásio do Los Angeles Lakers na próxima terça-feira, dia 7.

Clique aqui e ouça o trecho da musica


Fonte: AFP/Terra

Michael Jackson vende 1 milhão de discos em uma semana

Segundo Nielsen SoundScan, vendas aumentaram 37% nos últimos 7 dias.
'Number ones' é o CD mais vendido nos EUA pela 3ª semana consecutiva.

Vinte dias após sua morte, Michael Jackson segue liderando as vendas de discos nos Estados Unidos, com mais de um milhão apenas na última semana.

A busca pelos trabalhos do rei do pop parece aumentar dia após dia desde 25 de junho, quando ele faleceu após uma parada cardíaca em Los Angeles. Segundo informação da empresa Nielsen SoundScan, foi registrado um aumento de 37% nas vendas nos últimos sete dias.

Até o último domingo, foram 2,3 milhões de álbuns comprados por fãs do cantor. "Number ones" continua como o CD mais vendido nos EUA pela terceira semana consecutiva, com vendas de 349 mil cópias.

Logo atrás aparece "Thriller", disco mais vendido de toda a história, com 264 mil unidades. "Essential Michael Jackson" vem depois, com 148 mil exemplares.

Além disso, os trabalhos de Michael Jackson ocuparam por mais uma semana os dez primeiros lugares da lista da revista "Billboard", que mede o mercado fonográfico.

Na semana da morte do rei do pop foram vendidos 422 mil álbuns, número que aumentou para 800 mil entre 29 de junho e 5 de julho.

Até 24 de junho, um dia antes da morte do artista, as vendas dos discos de Jackson em todo o ano de 2009 tinham sido de 297 mil unidades. Em 2008 alcançaram 1,33 milhão de cópias, bem acima dos 635 mil de 2007.

Fonte: EFE/G1