quinta-feira, 23 de julho de 2009

Kleiton & Kledir lançam repertório inédito em DVD

Dupla que fez sucesso na década de 80, Kleiton & Kledir voltam a apresentar repertório inédito no projeto Autoretrato. Lançado em DVD e CD pela Som Livre em parceria com o Canal Brasil, o álbum retoma a linha dos melhores trabalhos da dupla gaúcha. Os irmãos assinam sozinhos as treze composições e provam que a inspiração não se esgotou.

Em crise o mercado procura novas fórmulas. O casamento do áudio com o visual é certo, e a internet é um poderoso alicerce. Nessa busca, Kleiton & Kledir conceberam um programa interessante: misturam documentário com clips simples, e ainda oferecem material extra no site e presença marcada em diversas comunidades virtuais.

O programa, dirigido por Edson Erdmann, tem trechos ensaiados, depoimentos, ensaios e muitas cenas de estúdio. Cada faixa ganha uma ambientação e uma linguagem própria. Pode ser no cenário, na edição, nos efeitos e até nos grafites eletrônicos. Tudo muito simples, baseado em boas idéias para boas canções. Independente, viram clips simpáticos. No conjunto, um novo conceito de álbum de inéditas.

Primeiro trabalho de inéditas em 23 anos, Autoretrato vai além da piada e do bom programa televisivo. Com produção musical assinada pelo inglês Paul Ralphes, as músicas têm inspiração para garantir o interesse. Como na curiosa Eva, em que os irmãos partem da homenagem pré-pecado original para desfilar uma interminável lista de nomes de mulheres. Petisco nos extras do DVD e no site da dupla, o grupo As Chicas foi convocado para gravar a mesma música na visão feminina, Adão. Kleiton & Kledir também brincam com a tradição inventando a Polca louca, A dança do sol e da lua e homenageando a cidade natal em Pelotas. As eternas canções românticas voltam em História de amor e Só liguei.

A faixa que batiza o trabalho expõe as diferenças pessoais que se encontram no refrão: "Coisa boa é um amigo". Essa música dá o tom do trabalho, que destaca a relação dos irmãos e parceiros musicais. Personalidades que se confundem na identidade da dupla. "Eu sou o Kleiton, mas podem me chamar de Kledir", confundem no final do programa. "O meu nome é Kleiton e Kledir; pelo menos é assim que me chamam na rua", explica Kledir antes de apresentar a equipe em créditos com toque de personalidade muito bem humorados.

Mesmo que o repertório seja bom e sustente, o DVD continua mais interessante que o CD. À vontade e simpáticos, Kleiton & Kledir formataram um esquema especial para manter o interesse do espectador durante todo o programa e passar por músicas novas de maneira criativa. Afiados na sintonia, é como se o hiato de 23 anos não tivesse existido.

Por Beto Feitosa
Fonte: Ziriguidum/Uol

Nenhum comentário: