quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Bee Gees reativam carreira

Irmãos Gibb estavam parados desde a morte de Maurice, gêmeo de Robin, em 2003

Robin e Barry Gibb, membros remanescentes do Bee Gees, planejam retorno aos palcos, seis anos após a morte de Maurice, gêmeo de Robin e parte da banda britânica.

A notícia foi deslanchada por Robin, em entrevista à estação de rádio BBC. Com a morte súbita do baixista, aos 53 anos, por ataque cardíaco (decorrente de complicações de uma cirurgia no intestino), a banda chegou a anunciar que nunca mais se apresentariam - ao menos como integrantes do Bee Gees (som das iniciais de Brothers Gibb).

Robin já havia relativizado a interrupção - mais uma pausa do que um ponto final - este ano. Argumentou, então, que a decisão foi tomada "num nível emocional" - logo, poderia ser alterada a qualquer momento.

Outro irmão Gibb - não incluído, contudo, na famosa confraria musical - morreu cedo, aos 30 anos, em 1988. Andy, que também era músico e tocava carreira solo com apoio da família, teve condição cardíaca agravada após anos de abuso de álcool e drogas.

Com meio século de carreira, a banda - ganhadora de nove prêmios Grammy e responsável por sucessos como "Stayin' Alive e "How Deep Is Your Love?" - não divulgou detalhes sobre os shows mencionados pelo caçula. Mas Robin adiantou que ele e o irmão se encontraram em Miami e se decidiram pelo retorno. "Estamos voltando na medida em que conversamos."

Por enquanto, o grupo continua ativo - no mundo dos negócios, ao menos. O aniversário de 50 anos do Bee Gees será comemorado com o lançamento, em 2 de novembro, do box The Ultimate Bee Gees, edição deluxe com dois CDs e um DVD. Em março, a banda lançará Mithology, com quatro discos - cada exemplar dedicado a um irmão diferente, inclusive Andy, que poucas vezes dividiu palco com os manos.

Fonte: Rolling Stone

Nenhum comentário: