sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Carlinhos Brown lança projeto do Centro da Música Negra em Salvador

Objetivo é proporcionar experiências sensoriais aos visitantes.
Centro, que ficará pronto em 2010, vai funcionar no Museu Du Ritmo.

O músico Carlinhos Brown lançou, nesta quinta-feira (12), o projeto do Centro da Música Negra, em Salvador. A idéia é usar recursos multimídia para o centro, que vai funcionar dentro do Museu Du Ritmo. A previsão é de que o centro seja finalizado em 2010.

Brown explicou ao G1 que o Centro da Música Negra será totalmente digital, terá exposições em plasma e vai proporcionar uma experiência sensorial aos visitantes. As pessoas poderão escutar, por exemplo, músicas de determinadas regiões da África, enquanto lêem sobre a história do lugar. O projeto cenográfico foi desenvolvido pelo mesmo arquiteto do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

“É o primeiro centro que vai reunir música negra de todo o mundo e para o mundo. Estou há anos planejando o conteúdo e reunindo o acervo. Vamos mostrar que podemos fazer ações diferentes, mas de inclusão da população. Queremos redirecionar o desejo de paz nas pessoas”, afirmou Brown.

Enquanto o centro não fica pronto, o Museu Du Ritmo faz uma exposição com alguns conteúdos que farão parte do acervo do Centro.

Músicas Mestiças

Além de lançar o projeto do Centro de Música Negra, Carlinhos Brown também promove o Festival Músicas Mestiças, que acontece de sexta-feira (13) a domingo (15) em Salvador.

Entre as atrações estão cinco artistas africanos e um do Haiti. No show de cada um dos artistas convidados, haverá participação de um artista baiano, como Margareth Menezes, Mariane de Castro e o próprio Carlinhos Brown, entre outros.

Por Luciana Rossetto
Foto: Edgar de Souza
Fonte: G1

Nenhum comentário: