terça-feira, 6 de abril de 2010

Antes do novo disco, Marcelo Camelo lança DVD com show em Salvador

Antes de o novo disco chegar às lojas com mais uma dúzia de canções inéditas, Marcelo Camelo mostra o desdobramento de sua estreia solo em um primeiro DVD. O próprio cantor assina desde a direção até o projeto gráfico do disco.

O registro foi feito ao vivo em 2008, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador (BA). E flagra o segundo momento do processo de entrosamento com o Hurtmold, grupo indie de São Paulo.

Se no CD original a banda atuava só em quatro faixas, ganhou espaço ilimitado na turnê de "Sou". A ponto de ter número autoral em cena --que, no DVD, acontece depois dos letreiros finais, para quem souber esperar.

Os ansiosos, aliás, vão perder bons momentos do trabalho. O vídeo do menu do DVD --que normalmente costuma durar segundos enquanto o espectador decide se vai ver o filme todo ou partir para os extras-- dura aqui quase cinco minutos, com o clipe completo de "Teo e a Gaivota" feito na praia com uma câmera Cibershot.

Além dessa e de quatro outras câmeras de película, ele usou também uma Bolex para dar tessituras diversas às suas filmagens.

"É uma câmera 16 mm da Segunda Guerra Mundial que cria naturalmente essas "imperfeições" que resultam lindas na tela", afirma Camelo.

São as imperfeições, aliás, que dão vigor ao DVD (que será lançado pela Sony e ainda não tem título). A produção é aparentemente modesta, sem câmeras voando em "travellings" nem qualquer outra acrobacia tecnológica fria que a era MTV tornou padrão.

As imagens saem de foco às vezes. E até microfonias estão registradas. Tudo é de verdade, sem maquiagem. Por isso mesmo, soa bem vivo.

Por Marcus Preto
Foto: João Britto/Folha Imagem
Fonte: Folha de São Paulo

Nenhum comentário: