segunda-feira, 26 de abril de 2010

'Violões', de Cássia Eller, ganha excelente edição em DVD

Após dois grandes álbuns de caráter quase underground, Cássia Eller (1990) e O Marginal (1992), a voz selvagem de Cássia Eller (1962 - 2001) começou a ser domesticada pela indústria fonográfica. A artista baixou os tons e gravou em 1994 disco de pegada mais pop, intitulado Cássia Eller. As músicas deste CD, que trouxe no repertório os hits E.C.T. e Malandragem, foram a matéria-prima do show Violões, que ganha sua primeira edição em DVD via Universal Music.

Rubens e Blues da Piedade

Violões foi gravado ao vivo e editado em CD em 1996. Mas a gravação em vídeo, captada no Teatro Franco Zampari em São Paulo para um especial da TV Cultura, permanecia inédita em DVD. E o fato que é o registro está à altura da videografia de Cássia. A qualidade da imagem é boa e o áudio, mesmo sem oferecer a opção 5.1, não soa abafado como muitas gravações extraídas de programas de televisão. Ao contrário, tem volume.

Dos 14 números exibidos no programa, dois - Rubens e Blues da Piedade - não tinham sido editados em CD. Rubens, em especial, é exemplo de como o canto de Cássia crescia no palco. Gravada pela artista em seu primeiro disco, a música de Mário Manga aborda com fina ironia a questão do sexo gay.

Eram três os violões do show: o de Cássia (ausente apenas em Música Urbana 2), o de Walter Villaça e o de Luce Nascimento. Somados à voz áspera da cantora, os violões conferem peso e atitude a músicas como Socorro e Metrô Linha 743 (faixa-título do LP lançado por Raul Seixas em 1984). Violões, o show, tinha pegada. Analisado em retrospectiva, ele representa momento de transição na carreira de Cássia, que após um pesado disco ao vivo de 1998, ficaria definitivamente pop em 1999. Até sair (cedo) de cena em 2001.

Por Mauro Ferreira
Fonte: O Dia/ Terra

Nenhum comentário: