quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Carlinhos Brown lança dois CDs e solta o verbo contra a pirataria

Em tempos de pré-sal, Carlinhos Brown sugere que se apostem em "outro expoente nacional: a pressão, pressão musical". Conversar com o multiartista baiano é assim: um trocadilho atrás do outro. Mais ainda quando está cheio de coisas para falar sobre dois novos CDs, Diminuto e Adobró, que lança simultaneamente em tempos de crise da indústria fonográfica.

"A pirataria é um acaso do descaso. Não acho que o CD morreu. Qualquer artista tem mais que dois discos para oferecer", define, assumindo que não realizaria tal projeto sem o apoio da Natura, por meio do projeto Natura Musical. "Eles conseguem o marketing espontâneo oferecendo o que as pessoas querem. Existe uma panela de pressão cultural no País que nenhuma crise vai calar", decreta Brown.

Com dois lançamentos na praça e já em turnê - que passa pelo Rio no dia 10 de novembro, no Oi Casa Grande -, o inquieto artista agora parte para dentro das rádios e TVs, mas, de antemão, lamenta que tais meios temam apostar em novidades.

"É lindo ouvir o Rei (Roberto Carlos) no final do ano, mas que tal um festival de coisas inéditas também? Temos que ser música popular brasileira e não museu popular brasileiro", dispara mais um de seus jogos de palavras. "É doloroso quando me veem só como o cara que fez Água Mineral e A Namorada. Pô, a namorada já é vovó! Fiz muitas outras coisas".

Além desses sucessos, Carlinhos Brown é lembrado também pelo Rock In Rio, em 2001, quando foi execrado por roqueiros ávidos por ídolos como Guns 'N Roses.

"Eu não estava no lugar errado, na hora errada. Fiquei mais conhecido no mundo depois daquilo e passaram a prestar mais atenção na minha mensagem por um mundo melhor", avalia. "Se for chamado para o festival em 2011, vou com o maior prazer! Quem sabe com um show do Mar Revolto?", sugere Brown, referindo-se ao grupo de rock que integra e que gravou um CD, ainda inédito. "Lanço em janeiro", promete.

Foto: Santiago Barrenechea/EFE
Fonte: O Dia

Nenhum comentário: