quarta-feira, 11 de maio de 2011

Ingressos para Rock In Rio 2011 esgotam-se em três dias de venda

Em três dias de vendas, os 600 mil ingressos para a edição 2011 do Rock In Rio já estão esgotados. Segundo a produção informou na noite desta terça-feira (10), 55% dos compradores correspondem a pessoas de fora do Rio de Janeiro. O festival acontece nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 01 e 02 de outubro, no Parque Olímpico Cidade do Rock, na Barra da Tijuca.

As vendas pela internet e nos quiosques montados em três shoppings começaram no sábado (7). Segundo a produção, foram vendidos 90 mil ingressos nas dez primeiras horas --22 mil entradas foram comercializadas apenas na primeira hora.

Na manhã desta terça, as vendas foram abertas no Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), na zona norte do Rio, onde se formou uma fila de cerca de 16 mil pessoas. O público esperou por até dez horas para conseguir comprar as entradas.

Além dos shows, o ingresso dá acesso a todas as atividades do evento: roda-gigante, montanha-russa, kabbon, tirolesa, shopping com 30 lojas, Rock Street com shows de jazz, Espaço Moda com desfiles, Eletrônica, Palco Mundo e Sunset.

A edição 2011 do Rock In Rio, de volta ao Rio de Janeiro após edições em Portugal e na Espanha, terá cada dia destinado a um estilo. De Elton John a Katy Perry e Rihanna, passando por Red Hot Chili Peppers, Shakira, Coldplay, Guns N' Roses, Metallica e Slipknot. Entre os artistas brasileiros há gente como Ivete Sangalo, Marcelo D2, Jota Quest, Claudia Leitte, Skank, Pitty e NX Zero.

Acesso à Cidade do Rock

O acesso de carro particular à Cidade do Rock, que sediará o Rock In Rio 2011, será proibido. O público só poderá chegar ao local via transporte público, que terá desembarque próximo à entrada do local, segundo o subsecretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro, Carlos Maiolino.

Segundo os organizadores do festival, que deve receber 60 mil pessoas por dia, não haverá bolsões de estacionamento para automóveis particulares nas redondezas, apenas uma entrada específica para veículos com sinalização de portadores de necessidades especiais. "É uma questão da oferta de vagas insuficiente. O transporte público ajuda o evento a reduzir as emissões de carbono e a tornar o evento ecologicamente correto", desse Maiolino.

O subsecretário reconhece as dificuldades ao final do evento. "A saída do festival talvez seja a parte mais crítica, mas haverá ônibus circulares estrategicamente colocados no terminal", declarou. Um linha circular entre a Cidade do Rock e o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, será criada com cerca de 300 veículos, com saídas de 15 em 15 minutos, entre 8h e 5h do dia seguinte.

Além das dez linhas regulares que passam nas imediações da Cidade do Rock, pontos específicos serão elaborados no Aeroporto Santos Dumont, Aeroporto Internacional, Castelo no centro, rodoviária, além de bairros como Lagoa, Ipanema, Botafogo, Santa Cruz e Campo Grande. Um sistema de simulação de trajetos ficará disponível no site www.vadeonibus.com.br.

Os táxis terão acesso preferencial pela avenida Salvador Allende e poderão desembarcar passageiros próximo a entrada da Cidade do Rock. O acesso ao evento pela Estrada dos Bandeirantes estará cortado e não serão permitidas paradas. O embarque de passageiros, na saída do evento, será feito exclusivamente no terminal de espera na Rua Olof Palme.

Fonte: Uol

Nenhum comentário: