Rubenildo Metal: MCMP Cobra Permanência e Investimentos para banda da PM

MCMP Cobra Permanência e Investimentos para banda da PM




Mais uma vez, o Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura - MCMP, André Cairo, faz cobranças ao Governador Jaques Wagner, para investimentos na Banda do Nono Batalhão da PM de Vitória da Conquista, alertando para redução de músicos, iminência de extinção, solicitando a permanência ininterrupta, somada ao Abaixo Assinado que será entregue ao Governador e Comandantes.

Incorporado em Zé Trombone Bombardine, junto ao MCMP, tem saído às Ruas, participado de Eventos, envio de documentos à Comandantes, Reuniões, ocupação na Tribuna Livre da Câmara, Seção Especial, insistindo em seu propósito. Desfilou no Sete de Setembro de 2008, cobrando ação do Governado. De 1992 em diante, foi autorizado a adentrar-se ao Batalhão, quando policiais usavam farda azul escuro, numa proposta de socialização, passando a realizar ensaios junto a Banda, utilizando adilípto, sobre a regência do Sargentos Gandra, Marculino etc.

Nas Gestões do Cel. Djalma Duarte e Ivan José dos Lírios, Renato Fonseca, Cairo deu sua contribuição para aumento de músicos, e em seguida, a permanência de 7 componentes. Como todos os anos, fez várias propostas para aquisição de novos instrumentos, passando pelas demais gestões. O MCMP reivindica ainda do Comando Geral, 1 - Envio de memorando para Batalhões e Companhias, convidando músicos que queiram fazer parte da Banda, 2 - Quando o Policial formar, sendo músico, transferir imediatamente para a Banda. 3 - Abrir concurso público para músicos de toda a Bahia. O último ocorreu em 1984. 4 - Transferir de outras Companhia, policiais músicos que queiram participar da Banda etc. Finaliza, prometendo continuar manifestando em defesa da Banda, Central Integrada de Telecomunicações, PEC 300, Escalonamento Vertical, Ponto 40 etc.

ASCOM do MCMP