Rubenildo Metal: Festival de Inverno Bahia 2011

Festival de Inverno Bahia 2011

Sesta-Feira 19/08

Jota Quest, uma das atrações mais esperadas da noite, apresentou o show da sua nova turnê “Jota Quest - 15 anos na Moral”. Liderada pelo carismático vocalista Rogério Flausino, a banda mineira apresentou um show cheio de efeitos especiais e fez muita gente pular e cantar antigos sucessos. Alguns dos momentos mais emocionantes do show foram marcados pelas canções ‘Amor Maior’, ‘Só hoje’ e ‘Na moral’.




Sábado 20/08


Acompanhado pela banda Os Infernais, Nando Reis, encerrou a noite com muito rock’n roll no show “Bailão do Ruivão” e cumpriu muito bem a promessa de aquecer o frio que fazia na madrugada da cidade baiana. Efeitos impecáveis e o repertório irretocável empolgaram o púbico, que vibrou muito do início ao fim do show. Nando Reis homenageou Tim Maia com ‘Gostava tanto de você’ e cantou muitos sucessos de sua fase no Titãs, entre outras composições autorais românticas, como ‘Por onde andei’.




Domingo 21/08


A despedida da sétima edição do Festival de Inverbo Bahia aconteceu em grande estilo com a batida do reggae de Cidade Negra que, após três anos de separação, retornou com sua formação original à cidade baiana.

Ao subir no palco, Toni Garrido prometeu relembrar os reggaes que todos estavam com saudades. E, de fato, o reencontro da banda carioca com o público foi recheado de muitos hits que marcaram a trajetória do grupo, além de músicas novas.

A banda Cidade Negra, que também tem influência do soul e do pop rock, começou a noite com “Downtown”. Toni Garrido (vocal), Bino Farias (baixo) e Lazão (bateria) não deixaram de fora os sucessos “Amor igual ao teu” e “Firmamento”. Com todas as letras na ponta da língua, o público vibrou e dançou muito. “Ele resolveu vir para a Bahia para ficar mais perto de Deus”, disparou Garrido antes de começar “Jhonny B. Good”.

Em mais um show entusiasmado, Frejat apresentou “A tal da felicidade”, que traz uma seleção de canções de outros artistas, como Jorge Benjor, Tim Maia e Caetano Veloso. “São músicas que eu gosto muito e que fizeram a minha cabeça quando eu era garoto” explicou o músico que marcou a história do rock nacional. O repertório também contou com músicas autorais como “Segredos” e “Amor para recomeçar”.

Frejat confessou estar muito feliz por participar de mais um Festival de Inverno Bahia e pediu para o público “cantar e balançar o esqueleto”. A plateia prontamente retribuiu com aplausos e coro ao som de “Noite do prazer”. Em “Puro êxtase”, "Réu confesso” e “Segundo sol”, Frejat levou o público à loucura. “Para quem ainda não conhece, a próxima música está disponível no meu site, é só entrar lá, clicar, ouvir e curtir” disse o simpático cantor, antes de iniciar “A Felicidade bate à sua porta", composição de Gonzaguinha, gravada pelas Frenéticas.