sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Rock in Rio - Janelle Monáe põe o Rock in Rio para dançar com show performático





Oito meses depois de ofuscar Amy Winehouse em sua passagem pelo Brasil, Janelle Monáe deu nesta quinta-feira (29) mais um cartão de visitas daqueles para quem nunca ouviu o soul pop da cantora americana. Performática e acompanhada de uma enérgica big band, a artista calçou um par de sapatos bicolores e pôs o Rock in Rio para dançar com seus passos de doop-woop.

Janelle entrou no palco às 20h15 com uma a apresentação digna dos filmes de James Bond – mas cuja trilha sonora hitchcokiana parecia de Bernard Hermann: a sombra de cada integrante da banda aparecia no telão dentro de bolas coloridas que iam se espalhando aos poucos.

Após a introdução de “Suit II Overture”, Janelle surgiu no palco encapuzada ao lado de outras duas dançarinas. Em uma sequência frenética de 15 minutos, cantou e dançou sem parar, emendando três faixas do elogiado álbum de 2010 “The ArchAndroid (Suites II and III): “Dance or die”, “Faster” e “Locked inside”.

O ritmo diminuiu a partir daí, o que apenas ressaltou o grande alcanço vocal de Janelle. Antes de mandar “Sincerely Jane”, em que chega a pintar um quadro no palco, ela fez uma bela cover de Prince, “I’m with you”.

Durante “Sincerely Jane”, aliás, Janelle fez um moonwalk e jogou o público para cima. E foi justamente com uma cover de Jackson 5 (“I want you back”) que ela iniciou uma sequência matadora que incluiu “Cold war” e “Tightrope”, seu maior hit.

Aqui a cantora e sua banda deram show, tanto musicalmente quanto artisticamente. Todos dançaram e “atuaram”, inclusive o quarteto de cordas. Alguns músicos, inclusive, colocaram máscaras de carnaval.

No final, com “Come alive”, a cantora brincou de cavalinho, subiu em cima de um dançarino e saiu em disparada pelo corredor que separa a primeira fila do público do Rock in Rio. E foi dessa maneira que resolveu sair do palco, aplaudidíssima.

Por Gustavo Miller Do G1, no Rio
Fotos: Flavio Moraes/G1

Nenhum comentário: