segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Rock in Rio - Metallica toca por mais de 2 horas e rege 'coro de vozes' no Palco Mundo








A orquestração gravada de "The ecstasy of gold", do compositor italiano Ennio Morricone, foi o sinal. Assim que a música tocou, como é de praxe na abertura das apresentações do Metallica, a banda californiana de thrash metal subiu ao Palco Mundo do Rock in Rio, pouco depois da 1h da manhã desta segunda-feira (26).

James Hetfield (vocais), Lars Ulrich (bateria), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo) fecharam o 3º dia do festival depois de tocar por mais de 2 horas. Cantaram faixas de "Kill 'em all" (1983), "Master of puppets" (1986), até sucessos de seu álbum mais recente, "Death Magnetic" (2008).

Primeira atração anunciada na escalação do Rock in Rio, e um dos maiores grupos do gênero, o Metallica era aguardado por fãs espremidos (implorando aos seguranças por água) na primeira fila. Gente com bandeiras, faixas, e muita disposição para enfrentar o empurra-empurra - ao final, foram recompensados com chuvas de palhetas e baquetas dos roqueiros.

Nos camarins, os músicos eram tratados como as estrelas máximas do espetáculo. Enquanto os integrantes do Slipknot e do Motorhead papeavam sem escolta, Trujillo e Hammett andavam rodeados por seguranças grandes e tensos. Mas, ainda que cercados, Hammett desfilava sem camisa, sereno, com a guitarra pendurada no pescoço; enquanto isso, Trujillo tirava fotos junto à equipe técnica.

A descontração marcou o encerramento do show. Depois de fazer alguma manha, simulando que sairiam do palco sem tocar seu hit máximo, fecharam com "Seek and destroy", para delírio da multidão.

Também apareceram no repertório "Master of puppets", "Fuel", "Sad but true"... Nessa última, Hetfield atuou como um maestro, enquanto acenava para que a multidão cantasse em coro os versos da música em seu lugar.

Por Marcus Vinicius Brasil Do G1, no Rio
Fotos: Flávio Moraes/G1 - AP

Nenhum comentário: