sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Rock in Rio - Show-tributo ao Legião Urbana tem coro de milhares e choro







Começou pontualmente às 18h50 desta quinta-feira (29) o primeiro show do Palco Mundo na segunda semana do Rock in Rio. O show-tributo ao Legião Urbana contou com acompanhamento dos músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira e dos integrantes originais da banda Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos.

Também participaram Pitty, Dinho Ouro Preto, Toni Platão, Rogério Flausino e Herbert Vianna.

A apresentação começou com os músicos da Orquestra sobre o palco, executando um medley que iniciou com "Eduardo e Mônica" e emendou "Geração Coca-Cola", "Que país é esse?"... Em seguida, vídeos homenageando o vocalista da Legião, Renato Russo (1960-1996), foram exibidos nos enormes telões. Era fácil encontrar fãs emocionados, chorando na multidão.

Ao longo da apresentação, o filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas, morto no ano passado num atropelamento, também foi lembrado. Eles vestiram camisetas brancas com o rosto de Mascarenhas estampado, as mesmas usadas pelos músicos do Red Hot Chili Peppers no seu show.

Flausino cantou em "Tempo perdido" e "Quase sem querer". Platão subiu ao palco para interpretar "Quando o sol bater" - ao fim, ele lembrou Redson, ex-líder da banda punk Cólera, morto na última terça-feira (27). Em seguida vieram mais convidados especiais: Pitty (em "Índios"), Herbert Vianna ("Será") e Dinho Ouro Preto ("Por enquanto").

No fim, todos os convidados subiram juntos ao palco para cantar duas músicas: "Pais e filhos" e "Será", tocada pela 2ª vez na mesma apresentação. O público cantou em coro, com as mãos para o alto, numa das aberturas mais festejadas pela plateia em todo festival.

Fonte: G1
Fotos: Flavio Moraes/G1

Nenhum comentário: