domingo, 2 de outubro de 2011

Rock in Rio - Skank agita o público com Rock,ska e baladas







O público ajudou. Com um repertório cheio de hits conhecidos pela plateia animada, como tem sido desde o começo deste Rock in Rio, a banda mineira Skank fez um show grandioso no Palco Mundo.

Misturando seu rock pop com ska e baladas românticas, Samuel Rosa (vocais) Henrique Portugal (teclado), Lelo Zaneti (baixo) e Haroldo Ferretti (bateria) comandaram a multidão com facilidade.

A banda entrou em cena às 20h15 e logo na segunda faixa, “É uma partida de futebol” (de "O samba Poconé", 1996), acompanhada por uma dupla nos metais, as dezenas de milhares de pessoas já pulavam e agitavam bandeiras a cada verso.

O vocalista Samuel Rosa parecia extasiado com o tamanho de seu público. Durante a apresentação, parou para filmar seus milhares de espectadores com uma câmera portátil.

Por mais de uma vez disse o quanto estava feliz de cantar para tanta gente.

A cantora Negra Li fez participação especial em “Ainda gosto dela” (do mais recente "Estandarte", de 2008). Seguiram-se “Esmola”, “Jackie Tequila”, "Garota nacional”...

A apresentação, que abriu com "Mil acasos", teve ainda os covers de “É proibido fumar” e “Vamos fugir”, que encerrou o show. Os mineiros não voltaram para o bis.

Por Marcus Vinícius Brasil Do G1, no Rio
Fotos:Flavio Moraes/G1 - Leonardo Aversa/Agência O Globo

Nenhum comentário: