Rubenildo Metal: Procurador Federal recebe representação do MCMP contra Via Bahia

Procurador Federal recebe representação do MCMP contra Via Bahia


O Procurador do Ministério Público Federal, Mário Alves Medeiros, recebeu da Promotora da Cidadania do Ministério Público Estadual, Guiomar Miranda de Oliveira, a Representação do Movimento Contra a Morte Prematura-MCMP, contra a Via Bahia, sendo entregue ao Presidente do MCMP, André Cairo, o OF.PJ-558/2012, de 09/08/2012, informando o encaminhamento para providências, na construção de quatro viadutos no Anel Viário, em Vitória da Conquista, cruzamentos, URBIS VI, Barra do Choça, Campinhos e Av. Brumado, cobrado pelo Movimento há 10 anos, com manifestações, audiências, documentos em mãos de Sergio Ray Santillan, então presidente da Via Bahia, etc. 



Na inauguração do Anel Viário em 2002, o Presidente do MCMP, entregou ao Ministro João Henrique, um Ofício solicitando a construção dos viadutos, já tendo ocorrido oito mortes, e em seguida para o Ministro Anderson Adauto, respondendo ao MCMP que iria analisar. Em 2010 a Via Bahia passou a ser proprietária da BR 116, por 647 Km, durante 25 anos. “A construção dos viadutos custa apenas CR$12 milhões, enquanto tomamos conhecimento que a Via Bahia fatura CR$ 1 milhão por dia, já tendo ocorrido 250 acidentes desde 2010, mortes prematuras, seqüelas irreparáveis, perdas e danos, pânico etc., voltando  perguntar a Via Bahia: quem será a próxima vítima?” Finaliza Cairo, acreditando no Procurador Federal, Mário Alves Medeiros.

ASCOM do MCMP